Exposição Arte Jovem no Casino Estoril

Exposição Arte Jovem no Casino Estoril

A Galeria de Arte do Casino Estoril recebe a partir deste sábado o XXVI Salão de Primavera, em que participam 25 finalistas das Faculdades de Belas Artes das Universidades de Lisboa e Porto, seleccionados pelos seus professores, de entre aqueles que se mostraram mais capazes para seguir a carreira artística.

São eles: Agnelo Jesus, Ana Luís Quintão, Balbina Mendes, Bárbara Fernandes, Daniela Nunes, Fernando Teixeira, Glória Sá, Gonçalo Gameiro, Helena Mancelos, Inês Garcia, Joana Patrão, João Pedro Trindade, Jorge Brito, José Soares, Juliana Ribeiro, Larios, Mariana Mendes Delgado, Pedro Massena, Pedro Paiva, Rafaela Nunes, Renata Agostinho, Rita Ferreira, Samuel Figueiredo, Susana Wessling e Tetyana Chkyrya.

Foi em meados dos anos setenta que a Galeria de Arte do Casino Estoril apresentou a primeira edição de uma exposição, cuja finalidade era divulgar trabalhos de artistas jovens, designada “Salão de Primavera” e na qual só podiam participar autores de idade inferior a 35 anos, limitação que a partir do corrente ano foi abolida, para considerar como referência, não a idade dos participantes, mas a qualidade dos trabalhos.

No corrente ano foi mantida a atribuição do Prémio Rainha Isabel de Bragança, há quatro anos instituído pela EstorilSol III, em homenagem à portuguesa que a História de Arte consagra como a fundadora do Museu do Prado, para distinguir o melhor trabalho presente na exposição, como tal considerado pelo júri, tendo a escolha recaído no óleo sobre tela, “How many things can I hide under the water”, da autoria de Israel Larios Duran, estudante espanhol, finalista da Faculdade de Belas Artes de Lisboa, no âmbito do programa Erasmus. Foram distinguidos com menções honrosas: Balbina Mendes, Fernando Teixeira, Glória Sá, Helena Mancelos, Joana Patrão, João Pedro Trindade, José Soares, Mariana Mendes Delgado, Pedro Paiva e Rafaela Nunes.

O Salão de Primavera deste ano insere-se na celebração do 45º aniversário do Casino Estoril, cujo apoio à Cultura e à Arte, com especial referência para as Artes Plásticas, tem sido notável, registando-se que nos 26 Salões de Primavera já realizados, estiveram presentes mais de 900 jovens, muitos dos quais são referências nas mais diversas áreas da actividade artística.