Explosão na Amadora provoca cinco feridos, dois com gravidade

Explosão na Amadora provoca cinco feridos, dois com gravidade
Uma explosão na via pública na Amadora provocou, na sexta-feira, cinco feridos, dois deles com queimaduras graves, disse à agência Lusa o comandante dos bombeiros locais.
De acordo com Mário Conde, a explosão foi provocada por um dos cinco elementos que se encontrava no local, que "atirou petróleo para uma fogueira", e provocou queimaduras graves num menino de cinco anos, que foi transportado ao hospital Dona Estefânia, em Lisboa.
A outra vítima com ferimentos graves, uma mulher, aguarda a chegada de um meio aéreo que a irá transportar aos Hospitais da Universidade de Coimbra, adiantou o comandante.
Os restantes feridos foram transportados aos Hospitais São José, São Francisco Xavier e Dona Estefânea, em Lisboa.
A explosão ocorreu às 15:32, na Estrada Militar, junto à Reboleira, e provocou um pequeno incêndio no local, tendo sido combatido por 32 bombeiros apoiados por várias viaturas.