Eurofund Investments adquire Dolce Vita Tejo e vai investir 70 milhões de euros

Eurofund Investments adquire Dolce Vita Tejo e vai investir 70 milhões de euros
A Eurofund Investments anunciou hoje que adquiriu o centro comercial Dolce Vita Tejo, na Amadora, e que prevê investir de cerca de 70 milhões de euros e criar perto de mil postos de trabalho, diretos e indiretos.
 
A Eurofund Investments - uma entidade promotora e proprietária de ativos de retalho, que se afirma pioneira no desenvolvimento de conceitos de entretenimento e lazer na Península Ibérica – promete, em comunicado, “consolidar os mais de 3.000 postos de trabalho existentes”, bem como “a criação adicional de emprego, que poderão chegar aos 1.000 postos de trabalho adicionais, diretos e indiretos”.
“A experiência e o ‘know-how’ [conhecimento] da Eurofund Investments, em conjunto com a Pragma, permitirão tornar o Dolce Vita Tejo no primeiro “Shopping Resort” em Portugal”, indica o comunicado.
 
A Lusa contactou a Eurofund Investments, que recusou divulgar o valor do negócio.
 
A entidade tem vindo a implementar um conceito inovador de “Shopping Resort”, do qual é exemplo o Centro Comercial Puerto Venecia, em Zaragoza, único em Espanha que recebeu em 2013 o prémio MAPIC - Best Retail & Leisure Development (prémio de melhor empreendimento ‘retail’ e de lazer).
 
A Pragma continuará responsável pela gestão do património do Dolce Vita Tejo, dada a sua experiência e conhecimento na gestão de ativos de ‘retail’. Atualmente, esta sociedade é responsável pela gestão de 11 centros comerciais.