Estoril Open: Sousa e Elias num ápice nos quartos de final de pares

Estoril Open: Sousa e Elias num ápice nos quartos de final de pares
João Sousa e Gastão Elias reeditaram hoje a sua bem-sucedida parceria para ‘despacharem’ Guillermo García-López e Rogério Dutra Silva, por 6-3 e 6-0, rumo aos quartos de final do quadro de pares do Estoril Open em ténis.
 
Na sua estreia nos ‘courts’ de terra batida do Clube de Ténis do Estoril (Cascais), nesta edição do Estoril Open, João Sousa apareceu seguro e confiante, impulsionando o par e o cansado Gastão Elias.
 
Com o novo 94.º jogador mundial a movimentar-se pouco e a tentar resolver os pontos com pancadas curtas, foi o número um nacional a contagiar a dupla, que quebrou o improvisado par hispano-brasileiro para ficar a liderar por 3-1.
 
Sousa e Elias agarraram-se ao ‘break’ no quarto jogo e não mais o largaram, apesar de pela frente terem um Dutra ainda de mão quente depois do seu encontro em três ‘sets’ com Borna Coric (o brasileiro perdeu em três ‘sets’).
 
Tranquilos e rotinados, os lusos, que foram semifinalistas na variante de pares do Portugal Open de 2014, estiveram imperiais, com Elias a fazer o 5-2 com um ‘amortie’ e o 34.º tenista ATP a fechar o primeiro parcial com um ás.
 
Com o público a entoar à vez “Gastão, João” ou “João, Gastão”, os dois melhores tenistas portugueses – os únicos a figurar entre os 100 melhores do mundo – mostraram-se imperiais, com Sousa irrepreensível no serviço e Elias a disparar ‘winners’ para desespero de Dutra Silva, que consumado o primeiro ‘break’, atirou a raquete contra a terra batida.
 
O desalento e as horas acumuladas em ‘court’ – tanto o espanhol, quinto cabeça de série nos singulares, como o brasileiro jogaram hoje encontros da segunda ronda do outro quadro – afundaram o duo visitante, com os habituais titulares dos pares da Taça Davis a conquistarem a vitória em apenas 52 minutos, com um ‘set’ em branco.
 
Não podia ter começado melhor o Estoril Open de João Sousa que, lado a lado com o número dois nacional, vai tentar contrariar o favoritismo dos primeiros cabeças de série, os polacos Lukasz Kubot e Marcin Matkowski, nos quartos de final marcados para quinta-feira.