Estoril Open e Academia dos Champs distinguidos pelo ATP World Tour

Estoril Open e Academia dos Champs distinguidos pelo ATP World Tour
O ATP World Tour distinguiu o Estoril Open e a Academia dos Champs, no âmbito de um programa que visa destacar anualmente projetos de solidariedade nos locais onde decorrem os eventos, anunciou hoje a organização do torneio de ténis.

A Academia dos Champs (ADC), apoiada pelo Estoril Open, foi um dos 14 projetos de todo o mundo destacados em 2012.
A Lagos Sport, parceiro fundador da ADC desde 2009 e o Estoril Open, que desde a primeira edição, em 1990, integra o circuito ATP Worl Tour, tem contribuído para o crescimento da Academia, mas em especial para esta distinção.
“A distinção só vem reforçar o prestígio do evento junto das altas instâncias internacionais mas, acima de tudo, o reconhecimento do trabalho que a Academia dos Champs tem vindo a desenvolver no sentido de proporcionar a jovens carenciados um futuro melhor, por via do ténis”, referiu João Lagos, diretor do Estoril Open e presidente do Conselho de Administração da Lagos Sports, citado pela assessoria de imprensa.
Ao longo dos 23 anos de história, o Estoril Open já foi agraciado com diversos prémios, sendo o mais recente o galardão de excelência para o Melhor Torneio Europeu no âmbito do Marketing e da Promoção em 2010, concorrendo com provas milionárias como são os casos dos Masters 1000 de Madrid, Roma ou Monte Carlo.
A Academia dos Champs foi criada com a missão de combater o abandono escolar, o desemprego, a obesidade infantil ou hábitos de vida pouco saudáveis através do desporto, especificamente o ténis, tentando incutir disciplina, motivação e autoconfiança a crianças entre os 4 e os 18 anos de idade.
“Estamos muito orgulhosos deste prémio. É para nós uma honra enorme estar entre os projetos escolhidos pelo ATP Aces for Charity e entre grandes nomes do Ténis. Sempre acreditámos no potencial do nosso projeto mas é bom vermos o nosso trabalho ser reconhecido. É importante para estes jovens saberem que acreditamos nas suas capacidades e que os sonhos podem ser mais reais do que imaginam”, afirma António Champalimaud, mentor da Academia dos Champs.