Estoril Jazz cumpre 33.ª edição com cartaz notável

Estoril Jazz cumpre 33.ª edição com cartaz notável

O Auditório do Casino Estoril recebe, em exclusivo, de 3 a 11 de Maio, a 33ª edição do Estoril Jazz. O programa inclui um ciclo de quatro concertos protagonizados por alguns dos mais conceituados músicos no panorama do jazz. Trata-se do mais antigo e prestigiado festival de Jazz português, cujo cartaz poderá ser acompanhado, ao longo de dois fins-de-semana, no Casino Estoril.

 

A Estoril-Sol associa-se, uma vez mais, a este importante evento, que mantém uma orientação musical impar. Recorde-se que, o Estoril Jazz integra, este ano, as comemorações do 3º Dia Internacional do Jazz, que se celebrou a 30 de Abril, por decisão da UNESCO.

 

O XXXIII Estoril Jazz / 2014 reserva o concerto de abertura para a noite de 3 de Maio, a partir das 21h30, no Auditório do Casino Estoril. Com uma sólida cultura-base jazzistica, o saxofonista norte-americano Eric Alexander será acompanhado pelo seu UK All Star Quintet.

 

O primeiro fim-de-semana encerra, a 4 de Maio, pelas 19 horas, com a actuação de Kenny Barron / Dave Holland Duo. Solistas de excepção, Kenny Barron e Dave Holland asseguram, certamente, uma noite histórica no já amplo historial do Estoril Jazz. Este duo transporta consigo o profundo e intemporal lastro cultural jazzístico e uma multiplicidade quase infinita de trajectórias musicais.

 

O festival prossegue, a 10 de Maio, às 21h30, com o quarteto do saxofonista italiano Francesco Cafiso. O público poderá acompanhar a qualidade nascida da profusão de experientes instrumentistas que ilustram a cena contemporânea do jazz transalpino.

Com um prestígio assinalável, Dave Douglas / Uri Caine “Duos” encerram, a 11 de Maio, pelas 19 horas, o programa do XXXIII Estoril Jazz/2014. Estarão, em palco, dois dos mais multifacetados e criativos músicos da actualidade, bem representativos de uma corrente, hoje, muito produtiva no jazz contemporâneo: a cena downtown nova-iorquina.

 

Com um cartaz de excepção, o festival, deste ano, apresenta um conjunto de músicos, solistas e grupos, muito talentosos, competentes e representativos de correntes estéticas diversas, mas todas elas assentes ou partindo do respeito pela tradição de uma música com raízes bem definidas. Desta vez com a novidade da participação mais alargada de excelentes músicos de jazz europeus.

 

“Optando este ano, em dois dos seus quatro concertos, pela invulgar formação do duo, o Estoril Jazz está certo de que os seus fiéis espectadores admirarão a invulgar criatividade dos músicos que os formam, todos eles de primeiríssimo plano na cena contemporânea do jazz internacional, e claramente à vontade nesta forma mais aberta de criação musical”, sublinha Duarte Mendonça, Director Artístico e produtor executivo do Estoril Jazz.

“Por outro lado, procurou manter-se, também, a presença de formações instrumentais cuja constituição é mais tradicional e cuja presença é mais habitual nos nossos palcos”, acrescenta.

 

“A presença de músicos de estatura mais do que provada, como aqueles que constituem os dois duos escolhidos para este festival - e o facto de, nas variadíssimas situações musicais em que sempre confirmaram a sua invenção e musicalidade, nunca deixarem de constituir, ao mesmo tempo, uma presença fortemente personalizada - é a garantia de que os concertos em que participam mestres veteranos como o pianista Kenny Barron e o contrabaixista Dave Holland ou músicos de referência mais jovens como o trompetista Dave Douglas e o pianista Uri Caine deixarão marca na história, mais recente, do Estoril Jazz”, explica.

 

“Mas, também, a descoberta do jazz britânico, tão injustamente desconhecido entre nós, personificado pelos membros do brilhante All Stars que estará ao lado de um grande solista norte-americano - o saxofonista Eric Alexander - não ofuscará o interesse pela confirmação do transbordante talento de um muito jovem saxofonista italiano, Francesco Cafiso, que se apresentará no Estoril Jazz na companhia de outros três compatriotas: os excelentes membros do seu quarteto”, conclui Duarte Mendonça.

 

O XXXIII Estoril Jazz/2014 oferece, ainda, um bónus muito especial: a projecção integral (ca. 120m), nos Sábados, dias 3 e 10 de Maio, pelas 19 horas, com entrada livre, de um filme notável - Improvisation - produzido por Norman Granz, com a presença e a actuação de grandes e históricos músicos, como Hawkins, Ella, Lester, Dizzy, Peterson, Basie ou Ellington, e com performances inéditas de Charlie Parker.

 

Auditório do Casino Estoril - Programa do XXXIII Estoril Jazz / 2014:

- 03 de Maio, às 21h30 - Eric Alexander UK All Stars Quinteto

- 04 de Maio, às 19h00 - Kenny Barron / Dave Holland Duo

 

- 10 de Maio, às 21h30 - Francesco Cafiso Quarteto

- 11 de Maio, às 19h00 – Dave Douglas / Uri Caine “Duos”