Estoril Basket conquista Taça Nacional de Sub-18

Estoril Basket conquista Taça Nacional de Sub-18

O Estoril Basket sagrou-se vencedor da Taça Nacional de Sub-18 Masculinos, ao derrotar na final o Clube de Basquete de Viana, por 73-63. A competição decorreu no Pavilhão do Montijo e, para além das duas equipas finalistas, contou com a presença do Montijo Basket e Terceira Basket. Depois de terem ficado muito próximos de participar no Campeonato Nacional da mesma categoria, a formação do Estoril encerra da melhor forma a sua época desportiva.

Nas Meias-Finais, o Estoril Basket levou de vencida a equipa do Terceira Basket (67-51) enquanto o Basquete de Viana derrotou o Montijo Basket (80-60).

Na Final, a equipa de Viana entrou melhor no jogo conseguindo um parcial de 15-09 graças à sua grande agressividade defensiva e à boa exibição de José Muge (25pts, 8 res, 2 ass, 4 rb) ao marcar 9 dos 15 pontos da equipa. A equipa do Estoril sentia dificuldades a atacar o cesto, fruto da zona colocada pelo treinador Jorge Resende, tirando partido do potencial físico dos seus jogadores.

No segundo período (11-19), ambos os treinadores mexeram nas equipas, maior felicidade para o Estoril Basket que conseguiu adaptar-se ao sistema defensivo adversário, equilibrando a partida e saindo para o intervalo a vencer 26-28 com o poste Pedro Morais em grande plano (10 res, 16 pts).

No começo da etapa complementar, o Clube Basquete de Viana voltou a sentir dificuldades. Em resposta à defesa zona da primeira parte, o treinador Bruno Cazeiro apostou no mesmo sistema defensivo. Na equipa de Viana, Tiago Lomba a converter 5 dos seus 9 pontos (9 pts, 6 res) foi o jogador mais valioso neste período. No entanto, o grande acerto da equipa de Lisboa a converter 3 triplos, após um afundanço de Henrique Piedade (19 pts, 4 triplos, 10 res, 4 ass e 6 rb) e 7 pontos consecutivos de Francisco Bento (11 pts, 2 res, 4 ass, 2 rb) permitiu o ampliar da vantagem estorilista com um parcial de 14-24.

No derradeiro período (23-21), a equipa de Jorge Resende voltou a subir de rendimento, novamente com José Muge a mostrar a sua versatilidade e eficácia nos lançamentos de 2 pontos, aproveitando a sua vantagem no 1x1. De referir também a prestação de Rui Pereira (9 pts, 10 res, 3 ass e 2 rb) um dos pilares da sua equipa. A equipa de Viana ainda conseguiu reduzir a diferença para menos de 10 pts, mas 2 triplos praticamente consecutivos de Henrique Piedade colocaram o resultado final em 63-73.