Espírito de Natal anima cidade

Espírito de Natal anima cidade

O imaginário infantil ligado ao homem de longas barbas brancas que distribui brinquedos às crianças, mas também a realidade dos adultos, que por esta altura procuram boas sugestões para prendas, juntam-se no Mercado de Natal, instalado, mais uma vez, no Parque Delfim Guimarães, na Venteira. 

 
Beneficiando de uma localização muito central, bem como de uma significativa diversidade de produtos disponíveis e animação de inspiração natalícia, a iniciativa, organizada pela Junta de Freguesia da Venteira com o apoio da Câmara Municipal da Amadora, promete ser um dos pontos mais procurados pelos amadorenses no roteiro de acontecimentos ligados à época festiva que atravessamos.
Aquando da inauguração deste espaço, na passada quinta-feira (dia 7), Carla Neves, presidente da Junta de Freguesia da Venteira, resumiu ao Jornal da Região os principais motivos de atracção deste evento, que se prolonga até ao próximo 29 de Dezembro: “Na parte mais central da nossa freguesia, temos à disposição da população ‘stands’ com produtos oriundos de vários pontos do país, desde a gastronomia ao artesanato, e, ainda, uma componente que vai ao encontro do imaginário das crianças, com o Pai Natal, a Casa do Pai Natal, a Fábrica dos Brinquedos, além de vários divertimentos infantis”.
O cenário de fantasia que se encontra, por estes dias, no Parque Delfim Guimarães inclui um Pai Natal sentado à porta da sua casa, sorridente e pronto para tirar fotografias, gratuitamente, com os mais pequenos visitantes, que por ali podem apreciar as incontornáveis renas e até sentir um pouco da emoção da queda de neve (basta entrar no espírito e esquecer que se trata do efeito artificial de uma máquina…).
Quanto aos divertimentos infantis, que incluem duas pequenas pistas (comboio e carrossel) e um equipamento de saltos acrobáticos com elásticos, embora sejam em menor número do que na edição do ano passado, fazem as delícias dos mais pequenos e a felicidade dos adultos ao contemplar a sua alegria. De salientar que estes divertimentos serão gratuitos em dois dias específicos e para dois públicos distintos: o primeiro já nesta quinta-feira (14), para as escolas do 1.º ciclo da freguesia da Venteira; o segundo, no dia 18 (segunda-feira) para todas as crianças.
Em relação às bancas com venda de produtos, apresentam uma significativa variedade, o que se prende com a alteração do método de selecção dos ‘stands’, que deixou de ser feito por inscrição e passou a realizar-se por convite, precisamente para conseguir uma maior diversificação do leque de propostas, o que não vinha sendo assegurado anteriormente, como explicou, na ocasião, a presidente da Junta de Freguesia da Venteira.
Assim, é possível ali apreciar e comprar múltiplos artigos de charcutaria de diversas regiões do país, doçaria variada, produtos de artesanato, vestuário, calçado, bijuteria, bebidas espirituosas, entre outras sugestões para mandar embrulhar em presente ou para presentear as pupilas gustativas (no momento ou à mesa da noite de Natal…). Paralelamente a estes atractivos, o evento contará, ainda, com um programa de animação, o qual inclui gaitas de foles e bombos, palhaços, andas e malabares circenses, entre outros espectáculos.
De entrada livre, o Mercado de Natal funcionará todos os dias (excepto a 25 de Dezembro), entre as 10h00 e as 20h00.
Jorge A. FerreiraBeneficiando de uma localização muito central, bem como de uma significativa diversidade de produtos disponíveis e animação de inspiração natalícia, a iniciativa, organizada pela Junta de Freguesia da Venteira com o apoio da Câmara Municipal da Amadora, promete ser um dos pontos mais procurados pelos amadorenses no roteiro de acontecimentos ligados à época festiva que atravessamos.
Aquando da inauguração deste espaço, na passada quinta-feira (dia 7), Carla Neves, presidente da Junta de Freguesia da Venteira, resumiu ao Jornal da Região os principais motivos de atracção deste evento, que se prolonga até ao próximo 29 de Dezembro: “Na parte mais central da nossa freguesia, temos à disposição da população ‘stands’ com produtos oriundos de vários pontos do país, desde a gastronomia ao artesanato, e, ainda, uma componente que vai ao encontro do imaginário das crianças, com o Pai Natal, a Casa do Pai Natal, a Fábrica dos Brinquedos, além de vários divertimentos infantis”.
O cenário de fantasia que se encontra, por estes dias, no Parque Delfim Guimarães inclui um Pai Natal sentado à porta da sua casa, sorridente e pronto para tirar fotografias, gratuitamente, com os mais pequenos visitantes, que por ali podem apreciar as incontornáveis renas e até sentir um pouco da emoção da queda de neve (basta entrar no espírito e esquecer que se trata do efeito artificial de uma máquina…).
Quanto aos divertimentos infantis, que incluem duas pequenas pistas (comboio e carrossel) e um equipamento de saltos acrobáticos com elásticos, embora sejam em menor número do que na edição do ano passado, fazem as delícias dos mais pequenos e a felicidade dos adultos ao contemplar a sua alegria. De salientar que estes divertimentos serão gratuitos em dois dias específicos e para dois públicos distintos: o primeiro já nesta quinta-feira (14), para as escolas do 1.º ciclo da freguesia da Venteira; o segundo, no dia 18 (segunda-feira) para todas as crianças.
Em relação às bancas com venda de produtos, apresentam uma significativa variedade, o que se prende com a alteração do método de selecção dos ‘stands’, que deixou de ser feito por inscrição e passou a realizar-se por convite, precisamente para conseguir uma maior diversificação do leque de propostas, o que não vinha sendo assegurado anteriormente, como explicou, na ocasião, a presidente da Junta de Freguesia da Venteira.
Assim, é possível ali apreciar e comprar múltiplos artigos de charcutaria de diversas regiões do país, doçaria variada, produtos de artesanato, vestuário, calçado, bijuteria, bebidas espirituosas, entre outras sugestões para mandar embrulhar em presente ou para presentear as pupilas gustativas (no momento ou à mesa da noite de Natal…). Paralelamente a estes atractivos, o evento contará, ainda, com um programa de animação, o qual inclui gaitas de foles e bombos, palhaços, andas e malabares circenses, entre outros espectáculos.
De entrada livre, o Mercado de Natal funcionará todos os dias (excepto a 25 de Dezembro), entre as 10h00 e as 20h00.
Jorge A. Ferreira