Espaço de Artes nasce em Lisboa para unir as artes de palco

Espaço de Artes nasce em Lisboa para unir as artes de palco
Dois artistas de teatro e acrobacia criaram um novo espaço cultural em Lisboa, chamado TEAR - Espaço de Artes, para fazer formação, pesquisa e produzir espetáculos multidisciplinares.
   
Instalado num antigo armazém que já serviu de estúdio de cinema em Braço de Prata, na freguesia de Marvila, o TEAR é um projeto dos artistas Anaisa Raquel e Miguel Matias, que decidiram investir em espetáculos próprios, "em vez de ficar parados à espera de convites".
 
"Estive para sair do país, mas ainda não desisti de Portugal", disse à agência Lusa Anaisa Raquel, 34 anos, formada na Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa e também no Chapitô.
 
A atriz e acrobata considera que em Portugal "há dificuldade em unir áreas artísticas diferentes, e existe uma espécie de fosso entre elas".
 
Para ligar a dança, teatro, sapateado, canto, acrobacia e outras artes, em conjunto com Miguel Matias, de 30 anos, também formado na ESTC, em Lisboa, decidiu criar o espaço em Marvila.
 
O objetivo é dar formação nessas áreas a alunos das escolas superiores e profissionais, e vir a criar uma companhia para produzir espetáculos na linha multidisciplinar.
 
"Não é fácil levantar um projeto destes em Portugal. Os artistas já fazem muito por amor à camisola e não deveria ser assim. Trabalhamos oito horas por dia ou mais, como as outras pessoas, e deveríamos ser remunerados. Mas há uma grande instabilidade e falta de apoios", lamentou.
 
Contam ainda criar parcerias, fazer projetos com a comunidade da zona e receber outras companhias artísticas para apresentarem, os seus espetáculos no TEAR.
 
O TEAR - Espaço de Artes inaugura na quinta-feira e conta apresentar uma programação própria a partir de dezembro deste ano.