Escola de Economia da Nova muda-se para Carcavelos para atrair mais alunos

Escola de Economia da Nova muda-se para Carcavelos para atrair mais alunos

A escola de Economia da Universidade Nova de Lisboa apresenta hoje o seu projeto para se instalar em Carcavelos, a partir de setembro de 2017, a pensar em melhorar condições para atrair mais estudantes estrangeiros.

“Queremos atrair talento jovem de todo o mundo. Queremos ajudar na exportação do ensino superior”, disse à Lusa o presidente da Nova School of Business and Economics (SBE), José Ferreira Machado, que defende que deixar Lisboa para instalar o ‘campus’ em Carcavelos, mais próximo da praia, ajudará a atrair alunos até pelo estilo de vida que lhe fica associado, com as residências universitárias que vai construir ali instaladas.

A escola não pretende alargar a oferta formativa, apenas “manter a qualidade académica de sempre”, e captar mais alunos, para um limite de cinco mil estudantes por ano.

Atualmente, nas instalações de Lisboa, estudam cerca de 2.500 alunos, e a partir de setembro de 2017, com a escola já a funcionar em Carcavelos, José Ferreira Machado espera poder ver esse número alargado imediatamente para os três mil.

As obras de construção do ‘campus’ de Carcavelos, que devem arrancar já no próximo ano, serão financiadas por empresas, num montante de 40 milhões de euros.

O projeto implica ainda um fundo de 10 milhões de euros para apoio à investigação – que a nova SBE desenvolve sobretudo nas áreas de gestão e finanças - e recrutamento de professores de elevado reconhecimento, estrangeiros, mas também nacionais, estes numa perspetiva de regresso ao país.