Escadaria da AR coberta por manta para alertar para os maus tratos aos idosos

Escadaria da AR coberta por manta para alertar para os maus tratos aos idosos
Uma manta de 40 metros de comprimento, tricotada por idosos de todo o país e do estrangeiro, foi hoje exposta na escadaria principal da Assembleia da República (AR), como forma de alertar para os maus tratos aos idosos.
 
A iniciativa “Tricota esta ideia – uma manta pelos direitos dos idosos” foi organizada pelo projeto “Juntos por mais”, a qual agrega 45 instituições do concelho de Oeiras que trabalham com seniores.
 
Ana Martins, coordenadora do projeto, explicou aos jornalistas que “o grande objetivo é alertar para os maus tratos aos idosos e para o aumento” desta problemática.
 
Os responsáveis pelo projeto, bem como os padrinhos que se associaram à causa – os atores Ricardo Carriço e Sílvia Rizzo – foram recebidos pela presidente da AR, Assunção Esteves e pelos presidentes da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos Liberdades e Garantias e da Comissão de Segurança Social e Trabalho, que também participaram no desenrolar da manta.
 
A coordenadora do projeto afirmou que a audiência serviu para entregar a Assunção Esteves um documento que incentive a “Assembleia da República a legislar as comissões de proteção ao idoso e à pessoa com demência, à semelhança da lei de proteção de crianças e jovens”.
 
A presidente da Assembleia da República disse, em declarações aos jornalistas, que “é um esquecimento pela comunidade que hoje aqui vem ser posto em causa”, alertando que para a importância da sensibilização da opinião pública para este problema.
 
Por seu lado, Ana Martins disse também, à saída da audiência com a presidente da AR, que pretende “avançar para o Parlamento Europeu”, expondo este problema aquela instituição europeia.
 
Maria Oliveira, de 68 anos, e Leonilde Paijão, de 80, frequentam o Centro Social e Paroquial de Nossa Senhora da Conceição da Abobada, em Talaíde, no concelho de Cascais, e participaram na manta.
 
“Já fiz o meu quadrado no verão, achava que já nem me ia lembrar mas consegui encontrá-lo, era às listas azuis, amarelas e vermelhas”, disse Maria Oliveira à agência Lusa.
 
Já Leonilde Paijão reconheceu que “ainda não tinha visto o resultado final, mas está muito bonito, ficou muito bem”.
 
A manta é constituída por quadrados de 30x30 centímetros, de várias cores e padrões, tricotados por idosos de instituições, e particulares de todo o país e também do estrangeiro.
 
Os 40 metros de comprimento da manta permitiram que fosse desenrolada na varanda do salão nobre do parlamento e que cobrisse toda a escadaria, até à estrada.
 
A campanha “Tricota esta ideia – uma manta pelos direitos dos idosos” foi lançada no dia 01 de outubro de 2014, dia do idoso, e vai decorrer até outubro deste ano, com o objetivo de crescer ainda mais.