Elísio Summavielle é o candidato do PS à Câmara de Mafra

Elísio Summavielle é o candidato do PS à Câmara de Mafra

 

O ex-director-geral do Património, Elísio Summavielle,  é o candidato do PS à Câmara de Mafra, depois de o seu nome ter sido aprovado pela comissão política concelhia na noite de sexta-feira.
"Perante o apelo da concelhia do PS, resolvi aceitar o desafio, que se coloca numa fase da minha vida ao fim de 22 anos de serviço público", confirmou o cabeça-de-lista à agência Lusa.
Elísio Summavielle parte para a corrida eleitoral para "ganhar a câmara": "É um combate muito difícil, porque o PS em Mafra nunca ganhou as eleições autárquicas e é um desafio ver esse combate vencido", sublinhou.
O cabeça-de-lista e militante do PS frisou que não é altura de fazer "promessas eleitorais de obras públicas", por isso traça como prioridades da sua candidatura avançar com "ações sociais para enfrentar a crise", nomeadamente junto das crianças e idosos, e potenciar a cultura em Mafra, numa altura em que está a ser preparada uma candidatura do Palácio Nacional de Mafra a património mundial da UNESCO.
Os seus objectivos passam também por "atrair economia e investimento" ao concelho, tirando partido dos nichos de turismo rural e cultural existentes e das potencialidades da costa marítima, entre as quais as condições para a prática do surf.
O nome foi aprovado com 28 votos a favor e três brancos, na reunião de sexta-feira à noite da comissão política, entre um universo de 31 votantes, adiantou à Lusa José Manuel Graça, do secretariado da comissão política.
O dirigente socialista explicou que a comissão concelhia decidiu escolher "um candidato com residência e com ligações familiares ao concelho", em vez de "candidatos paraquedistas", que tanto podem concorrer por um concelho como por outro.
Elísio Summavielle demitiu-se no mês passado da Direção-Geral do Património, na sequência da demissão do secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas.
O candidato socialista é o segundo a surgir em Mafra, depois do anúncio pelo PSD de José Bizarro, actual vereador da autarquia.