Elisabete Jacinto termina Africa Eco Race em terceiro

Elisabete Jacinto termina Africa Eco Race em terceiro

Elisabete Jacinto, ao comando de um MAN, terminou hoje o rali todo-o-terreno Africa Eco Race em terceiro lugar da classificação de camiões, posicionando-se em sétimo na classificação geral conjunta.

A 11.ª e última etapa, de 23 quilómetros nas margens do Lago Rosa, em Dacar, foi apenas de consagração, com a partida a ser dada a grupos de cinco concorrentes de cada vez, valendo os tempos registados na véspera.
O grande favorito, o francês Jean-Louis Schlesser, em Schlesser, foi o esperado vencedor da competição, com um total de 37:09.45 horas. Em segundo lugar, a 3:07.08, ficou o Kamaz do russo Anton Shibalov.
Jacinto, que fez equipa com José Marques e Marco Cochico, concluiu em sétimo, a 7:34.29 horas de Schlesser, fechando o pódio de camiões, atrás de Shibalov e do checo Tomas Momacek (Tatra).
O camião da Oleoban/Man Portugal acabou por ser a melhor formação lusa em prova, bem à frente do 17.º lugar do Nissan de Paulo Ferreira e Jorge Monteiro, que ficou a 26:41.20 dos primeiros.
Nas motas, ganhou o belga Martin Fontyn (KTM), com o total de 53:52.34, deixando o holandês Guillaume Martens (KTM) a 32.25.
“Esta especial é sempre muito divertida de fazer por ser muito rápida, pelo seu formato e pela beleza deste lugar. É uma grande alegria chegar ao fim do rali, deu-nos um enorme gozo terminar mais um Africa Race e estamos muito contentes com os resultados que alcançámos", disse Elisabete Jacinto, no final da competição. 
Para a piloto portuguesa, os resultados "espelham o trabalho desenvolvido ao longo de anos de dedicação", pelo que o regresso a Portugal é feito "com o sentido de dever cumprido". 
“Vencemos duas especiais muito complicadas, ficámos no pódio dos camiões e conseguimos figurar entre os 10 primeiros da classificação geral, o balanço não podia ser mais positivo. O sentimento entre os membros da equipa é de felicidade”, acrescentou.