Elisabete Jacinto é n.º1 na Baja España Aragón

Elisabete Jacinto é n.º1 na Baja España Aragón

A organização da Baja España Aragón decidiu atribuir a Elisabete Jacinto o nº 1 de uma lista de inscritos que apresenta um recorde de participantes numa categoria que, apenas passou a fazer parte desta prova da Taça do Mundo, em 2005.

Para a piloto do Team Oleoban/MAN Portugal este é o reconhecimento do seu valor, mas também a responsabilidade de partir como favorita para uma prova cujo formato não é o mais adequado à categoria Camião. É de salientar que a piloto portuguesa já participou nas edições de 94, 97, 98 e 2001 da Baja España Aragón, onde venceu a Taça das Senhoras em Moto. Na edição de 2002, participou de automóvel. Após um interregno de 10 anos regressa àquela que é, actualmente, a mais importante prova europeia de Todo-o-Terreno, para competir aos comandos de um camião com o qual tem brilhado nas longas maratonas africanas.

Elisabete Jacinto, acompanhada por José Marques e Marco Cochinho vai ter como principais adversários o francês Josef Adua, aos comandos de um Iveco (marca que venceu o Dakar 2012) e o Mercedes do Espanhol David Oliveras, 2º na Baja Aragón 2011. Conta com uma longa lista de concorrentes de várias nacionalidades, na sua maioria espanhóis, mas também franceses, italianos e argentinos.

Esta é a primeira vez que vou participar de camião numa Baja. Por essa razão vou um pouco apreensiva pela extrema dificuldade que existe em ultrapassar os veículos mais lentos que vão partir à nossa frente pois as pistas são estreitas e há sempre muito pó. Contudo, vai ser uma boa forma de testarmos todas as alterações que fizemos nos últimos meses. Qualquer modificação a nível de mecânica num camião pode originar repercussões inesperadas… mas confesso que já tinha saudades de uma corridinha!” salientou a piloto do Team Oleoban MAN Portugal.