Dias da Música no CCB

Dias da Música no CCB

Os 'Mini-Dias da Música' abrem 'Os Dias da Música', iniciativa que decorre até domingo no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, sob o mote "Mudam-se os tempos...".

Os Mini-Dias da Música são restritos ao público juvenil e visam mostrar os jovens talentos na área da música, realizando-se pela primeira vez este ano. Contam com a participação de sete instituições pedagógicas e da Orquestra de Jovens dos Conservatórios Oficiais de Música (OJ.COM).

Na área pedagógica destaca-se ainda o evento ‘Projetar o futuro com arte’, uma pareceria do CCB com a Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional, que apresenta oito concertos, por alunos de nível secundário, na sala Amália Rodrigues e no grande auditório.

Os Dias da Música estão orçados em 500 mil euros, têm uma agenda de 63 concertos em diferentes espaços do CCB e apresentam concertos sinfónicos, de câmara, de música antiga e de jazz, além do espaço "Aqui há conversa".

O certame oferece "uma visão da História do mundo através da música", disse à Lusa o administrador do CCB Miguel Leal Coelho.

"A proposta é passar um fim de semana com a família ouvindo todo o tipo de música inspirada na grande História, a música que moveu revoluções, a música de homens que mudaram o mundo e compositores que marcaram a história do mundo", rematou Leal Coelho.

Da programação assinala-se a estreia de três peças de compositores nacionais, duas delas, ‘Verdiana’, de Alexandre Delgado, e ‘Que cavalos são aqueles que fazem sombra no mar’, de Nuno Côrte-Real, por encomenda do CCB, pela Orquestra Sinfónica Portuguesa. ‘Por um feliz acaso’ estreia ainda a composição ‘Hukvaldi Trio’, de Sérgio Azevedo, pelo Trio Pangea.

A integral dos ‘Estudos Literários -- Retratos’, de João Madureira, será ouvida pela primeira vez, interpretada pela pianista Ana Telles.