Detido suspeito de assalto em supermercado na Amadora no qual morreu uma pessoa

Detido suspeito de assalto em supermercado na Amadora no qual morreu uma pessoa
Um dos suspeitos do assalto a um supermercado na Buraca, Amadora, a 31 de dezembro de 2015, durante o qual um polícia aposentado foi atingido a tiro e acabou por morrer, foi detido na Suíça, foi hoje anunciado.
 
De acordo com a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL), num comunicado divulgado no seu 'site', "foi detido e apresentado ao juiz de instrução criminal para primeiro interrogatório judicial, no dia 11, um arguido que ficou fortemente indiciado pela prática dos crimes de homicídio, roubo agravado e detenção de arma proibida".
 
O homem, que "foi detido na Suíça na sequência de mandado de detenção europeu", ficou em prisão preventiva.
 
"Segundo os fortes indícios recolhidos, no dia 31 de dezembro de 2015, o arguido agora detido e um outro indivíduo, munidos de uma caçadeira de canos serrados, entraram num supermercado sito na Amadora com o intuito de o assaltarem", refere a PGDL, acrescentando que "no interior do estabelecimento dispararam dois tiros, um para intimidar as pessoas que ali se encontravam e outro na direção de um indivíduo, agente da PSP reformado, que tentou demovê-los dos seus intentos".
 
Este tiro atingiu o homem na cabeça e provocou-lhe a morte.
 
Durante o assalto, os suspeitos retiraram da caixa registadora do supermercado 750 euros.