Detidas 33 pessoas em Oeiras por suspeitas de jogo ilegal, tráfico de droga e lenocínio

Detidas 33 pessoas em Oeiras por suspeitas de jogo ilegal, tráfico de droga e lenocínio
A polícia anunciou hoje a detenção de 33 suspeitos de envolvimento em jogo ilegal e exploração ilícita de jogo, lenocínio (incentivo à prostituição com fins lucrativos) e tráfico de droga, crimes alegadamente cometidos num prédio em Oeiras.
 
“No âmbito da investigação policial, com cerca de seis meses, foi possível detetar a existência de um imóvel com três pisos, o qual era exclusivamente utilizado para a exploração e prática do jogo ilícito, nomeadamente o jogo de poker”, refere, em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública (PSP).
 
Durante a operação, realizada na quarta-feira no concelho de Oeiras, foi apreendido “inúmero material tecnológico (computadores e vídeo projetores) de suporte ao jogo, cinco mesas de jogo, baralhos de cartas, 1.765 fichas de jogo, representando milhares de euros, produto estupefaciente e 3.500 euros em dinheiro”.
 
A operação policial, denominada ‘Full house’ e que contou com a colaboração da Unidade Especial de Polícia, foi desencadeada após a emissão de mandados de busca e apreensão.
 
Os detidos, com idades entre os 21 e os 50 anos, foram presentes a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Oeiras, tendo ficado sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência.
 
O processo baixou a inquérito.