Da Chick, Vahagn & The Sky People e Mimicat no EDPCoolJazz Fest

Da Chick, Vahagn & The Sky People e Mimicat no EDPCoolJazz Fest

Os artistas Da Chick, Vahagn & The Sky People e Mimicat completam o cartaz do 11.º EDPCoolJazz Fest, que se realiza de 03 a 26 de julho em Oeiras.

Da Chick é o alter-ego de Teresa Freitas de Sousa, que em 2012 editou o primeiro EP, "Curly Mess", e irá garantir a primeira parte dos Earth Wind & Fire Experience feature Al McKay, que atuam no dia 04 de julho.

Mimicat antecipa a subida ao palco dos Pink Martini, que tocam no dia 10 de julho. Mimicat é o nome artístico de Marisa Mena, cantora e compositora portuguesa, que fez parte do projeto The Casino Royal, e que editou em nome próprio o single "Tell Me Why".

Os Vahagn & The Sky People são um projeto de música de dança, e antecedem o concerto de Gregory Porter, no dia 26. A banda irá apresentar no palco oeirense alguns temas inéditos que farão parte do álbum "a ser lançado em breve", segundo a mesma fonte.

O 11.º EDPCoolJazz fest abre no dia 03 de julho, nos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras, com a Orquestra Buena Vista Social Club, sendo convidada especial a fadista Ana Moura, distinguida em 2008 com o Prémio Amália Melhor Intérprete.

A orquestra cubana está a realizar a sua digressão internacional de despedida dos palcos, tendo já participado em edições anteriores do certame. Em Oeiras, a orquestra atua com alguns dos seus membros fundadores, designadamente o guitarrista Eliades Ochoa, a cantora Omara Portuondo e ainda Guajiro Mirabal, Barbarito Torres e Jesus "Aguaje" Ramos.

A 11.ª edição do EDP Cool Jazz marca também o regresso aos palcos nacionais de Suzanne Vega que atua no dia 06 nos Jardins do Marquês.

A cantora e compositora folk norte-americana vai apresentar o seu novo álbum de originais, "Tales from the Realm of the Queen of Pentacles", que marca o regresso aos estúdios depois de sete anos de interregno. A primeira parte é garantida pela portuguesa Márcia.

No dia 10 de julho toca Mimicat, seguindo-se os Pink Martini que vão apresentar o seu novo álbum, "Get Happy", publicado em setembro do ano passado.

José James e Laura Mvula fazem a noite do dia 13 de julho também nos Jardins do Marquês, onde será instalado um ecrã gigante para a transmissão da final do Mundial de Futebol, que se joga no Brasil.

A fadista Mariza atua no dia 24 de julho no estádio municipal de Oeiras, num concerto que conta com a participação especial do fadista Ricardo Ribeiro e do músico Pedro Jóia.

Esta não é a primeira vez que Mariza atua no CoolJazz, nem que partilha o palco com Ricardo Ribeiro, distinguido há três anos com o Prémio Amália Melhor Fadista.

Mariza estreou-se recentemente em Israel, em Oeiras, a criadora de "Os anéis do meu cabelo" deverá ser acompanhada pelos músicos Pedro Viana, na guitarra portuguesa, Pedro Jóia, na guitarra clássica, Vicky Marques, na bateria e percussão, e Yami, no baixo.

Do alinhamento do concerto da fadista constam temas do seu "Best Of" que, em declarações à Lusa, em abril passado, quando foi editado, afirmou ser constituído pelos temas que nos concertos não pode deixar de cantar.

"Eles têm de lá estar senão as pessoas ficam tristes. São aqueles que já estão à espera que cante", disse.

Ricardo Ribeiro, que editou no final do ano passado o álbum "Largo da Memória", é uma estreia no cartaz do EDPCoolJazz.

No dia 26 de julho o músico norte-americano de jazz Gregory Porter, que no ano passado venceu um Grammy na categoria de Best Jazz Vocal Álbum, encerra o EDPCoolJazz Fest, sendo a primeira parte garantida pelo projeto Vahagn & The Sky People.

O EDPCoolJazz nasceu em 2004 como projeto para apresentar música em cenários históricos, relacionando a natureza com o património e a música. Nas primeiras edições, o festival fez o triângulo Mafra/Cascais/Oeiras.

A exemplo da edição do ano passado, Oeiras é a única vila que acolhe este ano o EDPCoolJazz. Segundo dados da organização, até 2013, o festival realizou mais de 100 concertos aos quais assistiram mais 250.000 pessoas