Cristo Rei veste azul para sensibilizar sobre autismo

Cristo Rei veste azul para sensibilizar sobre autismo

O Cristo Rei iluminou-se ontem, 2 de abril, de azul, no âmbito do movimento mundial “Acendam a luz azul” que pretende sensibilizar a população para o autismo. Este monumento em Almada foi um dos vários a nível nacional, e mundial, que participaram nesta acção.

O Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, tem por objectivo alertar as populações para um distúrbio neurobiológico, que se estima afectar cerca de 67 milhões de pessoas, fazendo que seja mais comum em certos países do que o cancro, a diabetes e o VIH juntos.

Além de ícones mundiais como o Empire State Building, nos Estados Unidos, ou as Cataratas do Niágara serem iluminados de azul, também em Portugal locais como o Cristo Rei, em Almada, ou o Estádio do Dragão, no Porto, vão estar iluminados com essa cor.

Segundo a associação Vencer o Autismo, esta iniciativa ajuda a desenvolver e aumentar o conhecimento sobre o autismo e fornecer mais informação sobre a importância do diagnóstico e intervenção precoce.

Mais de 30 autarquias do país juntaram-se à Federação Portuguesa de Autismo (FPDA) e aderiram à campanha mundial “Acendam a Luz Azul”.

Em 18 de dezembro de 2007, a Assembleia Geral das Nações Unidas designou o dia 2 de abril como Dia Mundial da Consciencialização do Autismo.

O autismo é uma perturbação neurobiológica complexa que afecta a comunicação, o comportamento e as relações sociais. Afecta uma criança em 110 nos Estados Unidos (Center of Disease Central 2009), cinco rapazes para uma rapariga. O autismo não está ligado a nenhum grupo social, cultural ou geográfico.