Cortejo fúnebre de Eusébio percorre ruas do centro de Lisboa

Cortejo fúnebre de Eusébio percorre ruas do centro de Lisboa

O cortejo fúnebre de Eusébio percorrerá na segunda-feira a partir das 14 horas algumas ruas de Lisboa, saindo do Estádio da Luz, onde está a ser velado. Antes do cortejo, a urna percorrerá o recinto do Estádio da Luz, pelas 13.30 horas, "o último desejo do Eusébio", segundo comunicado do Sport Lisboa e Benfica.

O cortejo sairá do Estádio em direção à Segunda Circular, seguindo para o Campo Grande, avenida da República, praça do Duque de Saldanha, avenida Fontes Pereira de Melo, praça do Marquês de Pombal, avenida da Liberdade, praça dos Restauradores, Rossio, rua do Ouro, praça do Comércio, rua do Arsenal, e praça do Município, passando frente aos Paços do Concelho, onde o presidente da Câmara e a vereação prestarão as suas homenagens.

Da praça do Município, o cortejo fúnebre segue pela rua de S. Julião, rua da Prata, praça da Figueira, Rossio, praça dos Restauradores, avenida da Liberdade, avenida Fontes Pereira de Melo, praça Duque de Saldanha, avenida da República, Campo Grande, Segunda Circular, Largo da Luz e Igreja do Seminário, na Luz, onde será rezada missa de corpo presente pelas 16 horas.

Findo o serviço religioso, realiza-se o funeral pelas 17 horas, para o cemitério do Lumiar onde o corpo vai ser sepultado.

Eusébio da Silva Ferreira morreu este domingo às 4.30 horas vítima de paragem cardiorrespiratória.

O "Pantera Negra" ganhou a Bola de Ouro em 1965 e conquistou duas Botas de Ouro (1967/68 e 1972/73). No Mundial Inglaterra de 1966 foi considerado o melhor jogador da competição, na qual foi o melhor marcador, com nove golos. Na mesma competição, Portugal terminou no terceiro lugar.

Eusébio nasceu a 25 de janeiro de 1942 em Lourenço Marques (atual Maputo), em Moçambique.