Contagem decrescente para o Amadora BD

Contagem decrescente para o Amadora BD
A obra dos autores Hergé, Hugo Pratt e Moebius servirá este ano para ilustrar o tema central do Amadora BD - Festival Internacional de Banda Desenhada, que começa no dia 21: O tempo e o espaço na nona arte.
 
A organização do certame revelou que a exposição central "parte da premissa que a BD é o campo de experimentação sobre as noções de espaço e de tempo". Para ilustrar essa premissa, os comissários partem da obra de vários autores, em particular de Hergé, criador de Tintim, de Hugo Pratt, autor do universo de Corto Maltese, e dos mundos fantasiosos de Jean Giraud, conhecido também com Moebius.
 
A exposição central estará no Fórum Luís de Camões, na Brandoa, que tem sido a casa do AmadoraBD nos últimos anos. A 27ª. edição decorrerá de 21 de outubro a 06 de novembro também noutros espaços da cidade.
 
De acordo com o programa já divulgado, o AmadoraBD contará ainda com a exposição "Zombie", que fará uma retrospetiva do trabalho criativo do autor português Marco Mendes. O livro "Zombie" valeu-lhe em 2015 o prémio do AmadoraBD de "melhor álbum português de banda desenhada".
 
Em parceria com o Clube Português de Banda Desenhada, o AmadoraBD irá associar-se ainda aos 70 anos da criação da personagem Lucky Luke, de Morris.
 
O autor belga inventou em 1946 o 'cowboy' que dispara mais rápido que a própria sombra - e toda uma galeria de personagens, como os irmãos Dalton e o cão Rantanplan -, tendo sido o primeiro convidado internacional do AmadoraBD, em 1990.
 
Duas das vertentes mais concorridas do AmadoraBD são a apresentação de livros e as sessões de autógrafos com autores de banda desenhada.
 
Este ano estão confirmadas as presenças de António Altarriba e Kim, autores da BD "A asa quebrada", os brasileiros Eloar Guazzelli Filho e Marcelo Quintanilha, Tony Sandoval e os irmãos Gary e Warren Pleece.
 
Os autores britânicos Hunt Emerson e Savage Pencil, assim como o colecionador Glenn Bray também figuram entre os convidados.
 
O AmadoraBD distingue ainda, em várias categorias, o melhor que se publica na banda desenhada em Portugal, mas nos nomeados não foram ainda divulgados.
 
O festival é organizado pela câmara municipal da Amadora.