Conferência 'Preparação Olímpica. Percursos e Contextos' reflete sobre realidade portuguesa

Conferência 'Preparação Olímpica. Percursos e Contextos' reflete sobre realidade portuguesa
A Conferência Internacional “Preparação Olímpica. Percursos e Contextos”, que decorre quinta e sexta-feira, em Oeiras, promete trazer a debate as boas práticas realizadas noutros países, comparando-as com a realidade portuguesa
 
“Entendemos que há uma avaliação a fazer sobre o modo como as coisas tradicionalmente correm em Portugal, com aquilo que são boas práticas realizadas noutros países, e, aproveitando essa circunstância, fazer a ponte para os centros de preparação desportiva”, explicou o presidente do Comité Olímpico de Portugal (COP) à Agência Lusa.
 
Em ano de apuramento olímpico, José Manuel Constantino espera que a conferência internacional permita um olhar mais profundo sobre a preparação dos atletas de alto rendimento.
 
“Os processos de preparação desportiva são processos que nunca estão concluídos, nunca são definitivos, são processos em evolução. Tudo o que está associado ao rendimento desportivo é um processo que está em permanente mutação, portanto torna-se necessário atualizar o conhecimento disponível, por um lado, e por outro, perspetivar esse conhecimento disponível à luz daquilo que são as nossas experiencias, desafios, dificuldades e preocupações”, sublinhou.
 
Integrada no programa de ação para o quadriénio 2013-2016 do COP, a conferência “Preparação Olímpica. Percursos e Contextos”, que terá lugar no Lagoas Park Hotel, em Oeiras, propõe para sexta-feira mesas redondas subordinadas a temas como “Preparação Desportiva de longo prazo”, “Modelos de preparação de atletas de elite” ou “Perspetivas Nacionais: que percursos, que futuro?” e convidados internacionais, além dos presidentes de algumas das principais federações de modalidades olímpicas.
 
“Procurámos convidar especialistas com experiências internacionais na área do conhecimento científico, relativamente à preparação desportiva. Tanto com experiencia no âmbito do treino desportivo com crianças e jovens, muito na perspetiva do rendimento desportivo futuro, como com experiência na área da preparação desportiva, no sentido mais forte da expressão. Num outro plano, gente que gere centros de alto rendimento”, especificou o presidente do COP.
 
José Manuel Constantino assumiu que as perspetivas para a dupla jornada são boas – “Tivemos de fechar as inscrições. Temos a lotação completamente esgotada, com 200 inscritos, não conseguimos suportar mais” – e destacou ainda a cerimónia de abertura, uma sessão extra ao programa inicial marcada para quinta-feira, que englobará a conferência inaugural “Ciência e Desporto: Encontro Saudável”, protagonizada pela Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo.
 
“ Não me ocorre governantes da área da investigação em iniciativas do desporto e, sobretudo, com um título tão sugestivo e uma relação tao interessante. Não haveria melhor maneira de iniciar”, concluiu.