Clínica Dentária Social é inaugurada na sexta-feira

Clínica Dentária Social é inaugurada na sexta-feira
Mais de três dezenas de voluntários, incluindo seis cirurgiões dentistas, vão colaborar gratuitamente com a nova Clínica Dentária Social, que será inaugurada na sexta-feira, às 15:30, no edifício da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Setúbal.
 
O projeto começou a ganhar forma há cerca de um ano, na sequência das conversas entre o padre Constantino, pároco da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, e o cirurgião dentista José Rafael, em que ambos partilhavam a preocupação com a falta de recursos financeiros de muitas famílias carenciadas para tratarem da boca.
 
"A ideia da criação de uma Clínica Dentária Social surgiu da observação e do contacto direto com a população dos bairros periféricos de Setúbal. Ao olhar para eles, via que, muitas vezes, as suas bocas não sorriam, porque não tinham dentes ou tinham os dentes muito maltratados. E as pessoas que procuravam acesso ao mercado de trabalho viam-se impossibilitadas de o conseguir", disse à Lusa o padre Constantino.
 
"Depois ter pago o tratamento a uma pessoa desempregada, essa pessoa, passados 15 dias, arranjou logo trabalho", acrescentou o pároco setubalense, lembrando que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) não dá resposta a este tipo de necessidades básicas da população e que as clínicas privadas praticam preços inacessíveis para famílias carenciadas.
 
O cirurgião dentista José Rafael, que também foi um dos mentores do projeto, não só vai dar algum tempo à nova Clínica Dentária Social, como também já conseguiu a colaboração gratuita de mais cinco médicos.
 
"Por vezes, o dinheiro já não nos move. A ajuda às pessoas é mais importante do que qualquer outra coisa. E com a ajuda dos amigos, dos colegas, de toda a gente que quer participar, surgiu o projeto da Clínica Dentária Social. Já temos seis pessoas [dentistas]. Pensamos que serão necessários, no mínimo, doze médicos, porque temos de ter alguma rotatividade para pôr a clínica a funcionar", justificou.
 
"Vamos falar com a Universidade Egas Moniz para saber da disponibilidade de alguns colegas que acabaram o curso, mas que ainda não têm trabalho, e que queiram dar o seu contributo. E temos colegas com muita experiência, que também estão interessados em dar o seu contributo", acrescentou José Rafael.
 
As obras de adaptação do edifício da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, que também foram realizadas por voluntários desempregados, estão praticamente concluídas, mas, apesar da inauguração prevista para sexta-feira, a nova Clínica Dentária Social só irá abrir as portas em setembro, depois de cumpridos os requisitos legais.