Cati Freitas inicia digressão de apresentação do álbum de estreia e passa pelo Olga Cadaval

Cati Freitas inicia digressão de apresentação do álbum de estreia e passa pelo Olga Cadaval

A cantora e compositora portuguesa Cati Freitas inicia na quinta-feira, em Bragança, uma digressão nacional de apresentação do seu álbum de estreia, “Dentro”, que a levará a nove palcos, divulgou a sua promotora.

“Esta digressão é um presente para mim, mas qualquer artista precisa de palco para poder crescer e ter a reação direta à sua música, não pode ficar só no estúdio”, disse à Lusa Cati Freitas.

“Vou tentar apresentar um concerto em que eu saia satisfeita do palco, e acredito que tudo que é genuíno e é feito com verdade, as pessoas reconhecem e vão aceitar”, afirmou a autora de “Maldizer”, um dos inéditos do CD editado no ano passado.

A digressão tem início na quinta-feira, no Teatro Municipal de Bragança, seguindo para Sintra, onde, no dia 06 de março, Cati Freitas e o trio de músicos que a acompanha sobem ao palco do Centro Olga Cadaval.

No dia 19 de março, Cati Freitas atua no Cine Teatro Alba, em Albergaria-a-Velha, no distrito de Aveiro, e, no dia 20, no Teatro Almeida Garrett, na Póvoa de Varzim, nos arredores do Porto.

Em abril, no dia 04, atua, na Fábrica do Braço de Prata, em Lisboa, no dia 17, no Salão Brazil, em Coimbra e, no dia 24, no Theatro Circo, em Braga.

Em maio estão agendadas duas datas, no dia 28, no Centro da Malaposta, em Olival de Basto, nos arredores de Lisboa, e no dia seguinte, no Casino da Figueira da Foz.

Acompanham Cati Freitas os músicos Óscar Graça, ao piano, Jaume Pradas, na bateria, e Nuno Oliveira, no contrabaixo.

Nestes espetáculos, Cati Freitas disse que vai apresentar “essencialmente os temas do álbum”, que inclui os de sua autoria: “Maldizer”, “Alma nua” e “Menina vida é flor”.

Como temas extra, a cantora afirmou que vai interpretar “Mãe Preta”, de Caco Velho e Piratini, e “Cacilheiro”, de José Carlos Ary dos Santos e Paulo de Carvalho.

Ao público a cantora e compositora, de 28 anos, natural de Braga, fez um apelo: “Que venham dispostos a sentir, acho que é o principal, e que saiam de coração leve dos espetáculos”.

“Dentro”, álbum de estreia de Cati Freitas, produzido por Tiago Costa, inclui originais de Vinicius de Moraes, Edu Lobo, Chico Buarque, Dani Black, Rodrigo Amarante, Pedro Altério e Marcelo Camelo.

O disco é a sua estreia a solo, mas Cati Freitas já colaborou em projetos musicais dos Expensive Soul & Jaguar Band, Rui Veloso, Nu SoulFamily, Link, Dino D’Santiago e Sara Tavares, entre outros.