Casino Lisboa celebra oitavo aniversário

Casino Lisboa celebra oitavo aniversário

O Casino Lisboa, que celebra oito anos no sábado, recebeu mais de 14 milhões de visitantes, número que corresponde a uma média diária de cerca de cinco mil entradas, anunciou hoje o grupo Estoril Sol, proprietário do espaço.

Durante os oito anos, no Auditório dos Oceanos, sala que faz parte do complexo de turismo e lazer, no Parque das Nações, em Lisboa, levou à cena 106 espetáculos, num total de 1.734 sessões, às quais assistiram mais de 745 mil espectadores, segundo a mesma fonte.

O grupo refere que espetáculos como “Stomp”, “Momix”, “Crazy Horse”, “Os Melhores Sketches dos Monty Python”, “A Verdadeira Treta”, “Blue Man Group”, “Vai-se Andando”, “Apanhados na Rede” e “The Voca People” foram alguns dos “grandes êxitos de bilheteira”, que “esgotaram sessões durante semanas”.

Até sexta-feira está em cena a peça “Pobre Milionário”, de Francis Veber, com encenação de José Wallenstein, e um elenco constituído por Miguel Guilherme, José Boavida, Nuno Melo, Rita Loureiro, Maria João Abreu, Rita Calçada Bastos e Sinde Filipe.

Fazendo um balanço de oito anos de atividade, o grupo apresenta outras estatísticas, nomeadamente do Arena Lounge, “o espaço central do Casino Lisboa”, palco de espetáculos musicais de “novo circo”.

“No palco multiusos atuaram 422 bandas, totalizando cerca de 6.300 horas de música ao vivo, além da música ambiente e da rubrica ‘Juke Box’, responsável por mais de 8.700 horas de atuação de DJ”, afirma a Estoril Sol.

No palco registaram-se ainda “mais de duas mil atuações de 101 artistas, oriundos de vários países, incluindo Portugal”.

O ciclo de concertos que se realiza entre novembro e dezembro de cada ano totalizou 49 espetáculos por bandas nacionais e internacionais.

A galeria de arte do casino, inaugurada em 2006 com uma mostra do artista plástico Botero, apresentou “mais de 60 exposições de arte contemporânea e obras de vanguarda”.

No ano passado, estiveram patentes neste espaço, “SUD – Aviation SE 3130 Aloutte II”, uma exposição fotográfica de António Duarte Mil Homens e uma de homenagem à poetisa e atriz Rosa Lobato Faria, entre outras.

Este ano apresentou-se uma exposição celebrativa do 35.º aniversário da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa e uma de fotografia de Paulo Santos.

O Casino Lisboa, que ocupa o antigo pavilhão do Futuro da Expo’98, que foi alvo de obras de adaptação desde a sua inauguração, “gerou receitas brutas de jogo que ascenderam a 683,7 milhões de euros, tendo sido, 561 milhões de euros, de jogos de máquinas (82%) e 122,7 milhões de euros, de jogos bancados (18%)”, segundo a mesma fonte.

Além do jogo, o Casino Lisboa tem uma programação musical e cultural distribuída pelos diferentes espaços, nomeadamente a galeria de arte, o auditório dos Oceanos e o palco da Arena Lounge.