Cascais reforça aposta online para facilitar participação nas atividades municipais

Cascais reforça aposta online para facilitar participação nas atividades municipais

A Câmara de Cascais vai reforçar a aposta no seu sistema online, num investimento autárquico de 55 mil euros, para que os munícipes possam ter acesso facilitado a informações e participar nas atividades do concelho.
“Cascais à distância de um clique” é o nome do projeto apresentado hoje pelo vice-presidente da autarquia, Miguel Pinto Luz, que lembrou as “limitações de eficiência interna” na autarquia.
Departamentos estanques, toda a documentação em papel, pesados arquivos a circular em viaturas, intermináveis cópias e fotocópias e processos de licenciamento complexos foram alguns dos problemas enumerados por Miguel Pinto Luz.
Por isso, adiantou, a autarquia pretende tornar o sistema mais simplificado e desmaterializado, com maior mobilidade, integração, transparência e controlo.
Com 55 mil euros de investimento, o “Cascais à distância de um clique” já disponibiliza diversos serviços pela Internet, como o processo de compras, a gestão documental, comunicação interna e indicadores de gestão.
Além disso, tem um ‘site’, criado em março de 2012, que contabiliza uma média de 96 mil visitas por mês.
A partir de hoje, o projeto conta com uma nova funcionalidade relacionada com o Urbanismo, que vai permitir resolver questões de licenciamento e obter informações da área, um projeto-piloto que servirá para “profissionais da autarquia testarem as mais-valias e fragilidades” da nova ferramenta, para que, a 05 de abril, esteja disponibilizada online a todos os munícipes.
O programa abrange ainda uma nova versão do Sistema de Informação Geográfica (SIG), o “GeoCascais”, em três dimensões, mais acessível e apelativo, com novas funcionalidades e serviços online.
As reuniões de Câmara e de Assembleia Municipal poderão ser vistas na Internet e, para este ano, a autarquia prevê ainda que os munícipes possam intervir, via online e em tempo real, nas reuniões do executivo.
Para 2013, a Câmara de Cascais pretende também que os munícipes possam fotografar ou filmar problemas que detetem e enviar de imediato para a autarquia e acompanharem a sua resolução da ocorrência.
Segundo o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, o “Cascais à distância de um clique” pretende “melhorar a eficiência de processos e procedimentos internos e garantir níveis de absoluta transparência, qualidade, simplicidade e informação ao cidadão”.
“Estamos certos que estas medidas são cruciais para garantir aquilo que é para a Câmara uma prioridade inequívoca: garantir o poder dos cidadãos, a vitalidade da democracia, a liberdade da informação e a capacidade de decisão de todos os munícipes. É, no fundo, termos uma comunidade mais forte e mais preparada para os desafios do presente”, concluiu.