Cascais reforça aposta na prevenção e segurança rodoviária

Cascais reforça aposta na prevenção e segurança rodoviária

O município de Cascais aprovou na passada quarta-feira, dia 24 de julho, um protocolo da cooperação com a empresa Eurosistra Portugal, para a implementação de um serviço de restabelecimento das condições de segurança rodoviária pós-acidente nas vias e estradas municipais, respeitando os princípios de natureza ambiental.

Este protocolo, que não implica qualquer custo para a Câmara e para o cidadão, traduz a preocupação do executivo relativamente às políticas locais de segurança rodoviária, na medida em que este compromisso ultrapassa a mera prevenção de danos provocados na via, razão pela qual o Vereador da Proteção Civil de Cascais, Pedro Mendonça, foi surpreendido pelo voto contra da Vereadora do PS.

Segundo os dados estatísticos da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, Cascais encontrava-se, em 2011, entre os 10 municípios com maior taxa de sinistralidade rodoviária, tendo registado nesse ano 575 acidentes com vítimas.

O serviço de restabelecimento pós acidente prestado pela Eurosistra Portugal visa a prevenção e Segurança Rodoviária; a garantia de um rápido restabelecimento da circulação rodoviária, em caso de sinistro automóvel, em condições de máxima segurança; e a eficaz aplicação de conhecimentos na prestação dos serviços de restabelecimento da circulação, designadamente através da utilização de meios que respeitem os princípios de defesa do ambiente.

O protocolo consagra ainda a identificação e registo de todos os danos causados pelo sinistro nas infraestruturas públicas municipais.

A Eurosistra Portugal é filial da multinacional italiana “Sicurezza e Ambiente Spa”, uma empresa especializada na prestação exclusiva do serviço integrado de assistência pós-acidente, cujo plano estratégico de desenvolvimento em Portugal para os próximos três anos prevê a criação de 1000 postos de trabalho e um investimento superior a 10 milhões de Euros.