Cascais reflecte sobre ‘Protecção Civil Preventiva’

Cascais reflecte sobre ‘Protecção Civil Preventiva’
‘Protecção Civil Preventiva’ é o tema escolhido este ano para a 7.ª edição da Semana da Protecção Civil, que vai decorrer em Cascais entre 26 de Fevereiro e 4 de Março, numa iniciativa da Câmara Municipal e com o apoio do CascaiShopping.  
 
‘Mochila de Emergência. Já tem a sua?’. Este é o mote para a 7.ª edição da Semana da Protecção Civil de Cascais, que vai decorrer entre 26 de Fevereiro e 4 de Março, tendo o centro comercial CascaiShopping como palco principal. 
O objectivo desta iniciativa, à semelhança do que sucedeu nos anos anteriores, é envolver a população nas actividades de prevenção  do Sistema Municipal de Protecção Civil e sensibilizar para a necessidade de adopção de uma cultura de Prevenção e Planeamento de Emergência.
A abertura da Semana da Protecção Civil está agendada para o próximo dia 26 de Fevereiro (segunda-feira), às 15h00, e conta com a presença do presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, do director do CascaiShopping, Luís Vilhena de Mendonça, e de representantes das diversas entidades participantes e que integram o Sistema Municipal de Protecção Civil em Cascais.
A iniciativa vai contar com demonstrações, a actuação de grupos cinotécnicos, ‘mass training’, exposições e actuações musicais, demonstrações equestres, com o objectivo de dar a conhecer à população a importância de prevenção e minimização de riscos em situações de emergência. A antecipar a iniciativa, a Mercedes vai realizar,  nos dias 24 e 25, simulações de colisão de acidentes rodoviários. 
Carlos Carreiras considera que “a já tradicional Semana da Protecção Civil de Cascais é uma peça muito importante na estratégia municipal de segurança”.
O presidente da Câmara Municipal de Cascais salientou a “longa parceria com o CascaiShopping” e aponta três razões: “Primeiro, porque coloca em diálogo os maiores especialistas e as melhores práticas para que o nosso conhecimento sobre esta matéria esteja sempre actualizado. Segundo, porque sensibiliza os cidadãos para os riscos que enfrentemos, sobretudo os naturais, e sugere formas de os debelar com comportamentos sustentáveis e responsáveis. Terceiro, sabemos que uma Protecção Civil forte não se faz sem cidadãos resilientes e esclarecidos, trabalhamos para que cada pessoa trabalhe para a segurança individual e colectiva sendo o primeiro e mais importante agente de Protecção Civil”. 
Luís Vilhena de Mendonça, director do CascaiShopping, refere, por seu turno, que, ano após ano, esta iniciativa assume “um papel de relevo na sensibilização para a segurança e protecção da comunidade. Em cada edição, temos vindo a captar a atenção de mais pessoas, sobretudo crianças e jovens que acabam por ser um veículo muito importante na passagem de informação aos adultos”. Aquele responsável salientou, ainda, que esta edição “volta a contar com a presença das entidades ligadas à Protecção Civil que vão dar a conhecer medidas de prevenção que todos nós poderemos implementar nas nossas rotinas”.
Entre os dias 26 de Fevereiro e 4 de Março, alunos das escolas do concelho participam em exercícios de salvamento, nas demonstrações da GNR e dos bombeiros, visando conhecer os procedimentos a adoptar nestas situações.
No Dia Internacional da Protecção Civil, que se assinala a 1 de Março, vai decorrer um simulacro no posto de abastecimento de combustível da CEPSA, entre as 09h30 e as 11h15, no qual será testada a resposta das várias forças de segurança e socorro.
No derradeiro fim-de-semana,  dias 3 e 4 de Março, irão ter lugar acções de sensibilização dirigidas à população: “exercícios de intervenção da GNR no âmbito ‘Urban search and rescue’, descida com triângulo de salvação da responsabilidade dos Bombeiros, abordagem à vítima de acidente com motociclo da responsabilidade dos bombeiros e MotoClube, bem como de ‘mass training’ e suporte básico de vida”.
A actuação do Quarteto de Cordas da GNR está agendada para o dia 3 de Março, às 18h00, na FNAC. 
A Semana da Protecção Civil de Cascais conta com a participação das seguintes entidades: Agrupamento de centros de Saúde de Cascais, Associação Nacional dos Alistados das Formações Sanitárias (ANAFS), Autoridade Nacional de Protecção Civil, Associação de Radioamadores de Cascais, CEPSA, Cinemas NOS, corporações de Bombeiros de Alcabideche, Carcavelos, Cascais, Parede e S. Domingos de Rana e Estoris, GNR, MotoClube de Cascais, Polícia Marítima, Polícia Municipal, PSP, Protecção Civil  Municipal e SEF.