Cascais recebe mais de 800 cientistas de todo o mundo

Cascais recebe mais de 800 cientistas de todo o mundo

Mais de 800 cientistas de todo o mundo vão estar em Cascais, na próxima semana, para participar no Congresso Europeu das Ciências Planetárias (Europlanet), considerado o maior encontro europeu ligado à Astronomia.

Segundo a organização, os maiores nomes das ciências planetárias a nível mundial vão marcar presença no Centro de Congressos do Estoril, de 07 a 12 de setembro.

O Europlanet terá 52 sessões, nas quais se destaca a apresentação dos resultados da Missão Rosetta, lançada pela Agência Espacial Europeia há 10 anos para ir ao encontro do cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko.

Além disso, a organização destaca também a celebração dos 10 anos da exploração, com a Cassini-Huygens GP3, do planeta Saturno e dos seus anéis. Serão igualmente apresentadas as maiores descobertas desta missão.

Em pararelo, em Cascais, vai também decorrer o Encontro Internacional de Educação em Astronomia 2014, que irá incluir um workshop de Astronomia para invisuais.

"Entre os objetivos deste encontro conta-se a motivação para as ciências e aprendizagem de matemática e tecnologia através da educação em Astronomia", lê-se no comunicado.

Organizado localmente pelo Núcleo Interativo de Astronomia e, a nível internacional, pelo Global Hands-on Universe, o evento é apoiado pela Câmara de Cascais e visa "permitir que, no futuro, se combinem esforços para a produção de atividades e utilização de recursos educativos de excelência, aplicando-os no contexto formal e não formal em educação das ciências".

A par do Congresso Europeu da Ciência Planetária e do Encontro da Aliança do Ensino da Astronomia, vão também decorrer atividades para o público que se estenderão ao Pavilhão do Conhecimento - Ciência Viva, em Lisboa, com uma palestra gratuita por Matt Taylor (projeto Rosetta), moderada por Pedro Russo (Universidade de Leiden), e ao Museu da Luz - "Dark Skies", em Alqueva, onde decorrerá uma palestra pelo astrofotógrafo Babak Trafeshi, seguida de uma observação com telescópio do céu noturno.