Cascais mais perto de Fátima pelo Caminho do Mar

Cascais mais perto de Fátima pelo Caminho do Mar

Dinamizado pelo Centro Nacional de Cultura, projecto abrange onze municípios.
Cascais e Estoril são os pontos de partida para o Caminho do Mar, um percurso integrado nos Caminhos de Fátima criados pelo Centro Nacional de Cultura (CNC), em parceria com municípios de todo o país e que visa proporcionar maior segurança aos peregrinos que se deslocam até Fátima e Santiago de Compostela. O Caminho do Mar será o quarto percurso criado a nível nacional.
Este percurso vai envolver, além de Cascais, os territórios de Sintra, Mafra, Torres Vedras, Bombarral, Óbidos, Caldas da Rainha, Alcobaça, Porto de Mós, Batalha e Ourém. A partir de Cascais, serão assinalados, com setas azuis e marcos, caminhos pedonais seguros até ao destino dos peregrinos: Fátima ou Santiago de Compostela (neste caso com setas amarelas).
O projecto foi orientado pelo arquitecto paisagista Gonçalo Ribeiro Telles, antigo presidente do Centro Nacional de Cultura, estando já sinalizados o Caminho do Tejo, com início em Lisboa, o Caminho do Norte, com início em Valença passando por Porto e Coimbra, e o Caminho da Nazaré, num total de cerca de 500 quilómetros.
Ao identificar estes percursos pretende-se melhorar as condições dos milhares de peregrinos que se encaminham para Fátima e Santiago de Compostela, todos os anos e ao longo do ano, para zonas pedonais mais seguras, longe das estradas onde o perigo e acidentes espreitam a cada quilómetro. Às autarquias envolvidas cabe o apoio aos trabalhos de sinalização e a sua manutenção, além da divulgação do Caminho do Mar.
O coordenador dos Caminhos de Fátima, Lourenço de Almeida, descreveu ao JR como será o percurso de fé e espiritualidade: “O Caminho do Mar terá duas saídas no concelho de Cascais. Uma na Igreja Matriz do Estoril e outra na de Cascais. No futuro, é provável que a saída seja na Ribeira das Vinhas. Quem sai do Estoril pode atravessar o túnel e percorrer o paredão junto ao mar até à Igreja de Cascais. Da Igreja de Cascais segue na direcção à praia da Cresmina, fazendo um desvio para passar pela imagem de Nossa Senhora do Rosário (Bairro do Rosário). Na praia da Cresmina, atravessa o passadiço de madeira das dunas e entra na Rua da Fonte Velha com direcção à Charneca (onde poderá encontrar algum apoio de bar/restaurante). O restante percurso é feito pela Malveira da Serra e Capuchos. Este é o percurso no concelho de Cascais”.