Cascais investe dois milhões em novas escolas

Cascais investe dois milhões em novas escolas

A Câmara de Cascais inaugurou uma nova escola em Matos Cheirinhos e a requalificação do espaço exterior de outro equipamento escolar em Tires, obras que implicaram um investimento municipal superior a dois milhões de euros.

Ambas localizadas na freguesia de São Domingos de Rana, a intervenção nas duas escolas custou à Câmara de Cascais quase 2,4 milhões de euros, sendo que o novo estabelecimento de Matos Cheirinhos representa um investimento de 1,9 milhões de euros (com uma participação de 636 mil euros do QREN - Quadro Estratégico de Referência Nacional) e a requalificação do espaço exterior da escola de Tires custou 460 mil euros.

A funcionar desde o início do ano lectivo, a Escola Básica e Jardim-de-Infância Rómulo de Carvalho, em Matos Cheirinhos, tem capacidade para oito turmas do primeiro ciclo e três de jardim-de-infância, num total de 200 crianças.

Além das salas de aula, o novo estabelecimento conta com refeitório, cozinha, biblioteca escolar - ainda em fase de implementação e que deverá começar a funcionar em Novembro -, espaço para ludobiblioteca, sala polivalente e ainda um jardim com campo de jogos e equipamentos lúdicos.

Em Tires, à entrada do Bairro Conde Monte Real, a Escola Básica e Jardim-de-Infância Tires nº 3 tem agora um recreio "completamente novo" e um edifício requalificado que "saltam à vista, numa zona urbana delimitada pelo Estabelecimento Prisional e pelo Aeródromo Municipal", sublinha a Câmara de Cascais em comunicado.

"Colorido e diversificado, o novo recreio contribui para uma nova imagem do bairro, enquanto proporciona às crianças amplas áreas cobertas, equipamentos diferenciados, extensíveis a portadores de deficiência motora e ainda um campo de jogos equipado e com área de bancada, pista e caixa de saltos", descreve a autarquia.

Além da comunidade escolar, os restantes munícipes poderão também beneficiar deste equipamento aos fins de semana, a partir de Novembro, uma iniciativa que surge no âmbito do projecto municipal para devolver centralidade à escola.

A funcionar há cerca de 30 anos, a escola Conde Monte Real acolhe cerca de 160 alunos em duas salas de jardim-de-infância e cinco de primeiro ciclo, contando ainda com uma unidade de apoio à multideficiência, refeitório, copa e sala polivalente, além dos novos espaços exteriores que representaram um investimento municipal de 460 mil euros.

A inauguração das intervenções nas duas escolas está agendada para sexta-feira e contará com a presença do ministro da Educação, Nuno Crato.