Cascais investe 6,3 milhões em 27 projectos

Cascais investe 6,3 milhões em 27 projectos
Perante a maior votação registada na edição de 2017 do Orçamento Participativo, que ascendeu a 75.357 votantes, a Câmara de Cascais decidiu canalizar 6,3 milhões para a concretização de 27 dos 36 projectos submetidos a votação, entre 4 de Novembro a 8 de Dezembro. O projecto mais votado, a aquisição de equipamento para os Bombeiros Voluntários de Alcabideche, obteve quase onze mil votos.

 

Na apresentação dos projectos vencedores (todos aqueles que registaram mais de mil votos), o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, anunciou que o investimento seria adequado à votação, “a  maior de sempre”, ascendendo a um montante de 6,3 milhões de euros.
Os votos registados valem “pela quantidade de cidadãos que se sentiram motivados a  participar, a votar e apresentar os seus projectos” e que, para o edil, dão força à aposta na realização deste mecanismo de democracia participativa. Carlos Carreiras desvalorizou as críticas de que cidadãos exteriores ao município podiam votar. “Isso não seria um problema: é bom e gostamos que outros gostem da nossa terra e nos ajudem a fazer uma terra ainda melhor”, salientou o autarca, que, no entanto, revelou que “mais de 95% dos votos vieram de cidadãos de Cascais”. 
O OP “é um movimento de cidadãos e para cidadãos”, que mobiliza “associações, colectividades e clubes e todo um conjunto de vizinhos e amigos”.
Perante um tecto máximo de 300 mil euros para cada projecto, o executivo liderado por Carlos Carreiras decidiu consagrar 6,3 milhões de euros, “sendo este OP o maior em termos de investimento e em número de projectos vencedores”, com a viabilização de 27 propostas.
Sem desprimor para os restantes projectos, o edil realçou os investimentos destinados às corporações de bombeiros, com a mais votada, aliás, a ser apresentada pelos Bombeiros de Alcabideche (10.964 votos), o projecto de alargamento das coberturas nas paragens de autocarro, que transitou do OP Jovem, e a aquisição de um autocarro adaptado para pessoas com mobilidade reduzida.
Pela primeira vez, o Desporto foi a categoria com maior número de projectos vencedores (nove), entre os quais a aquisição de equipamento móvel e audiovisual para o Cascais Water Polo Clube (117.033 euros) e a requalificação do Parque das Gerações, em São João do Estoril (300.000), assim como a modernização do campo de futebol das Fontaínhas (300.000). Seguiu-se a área da Segurança e Protecção Civil e os Espaços Escolares. Neste caso, o destaque recai, pelo valor em apreço, na sala polivalente e telheiro da Escola Básica Fernando José dos Santos (300.000), reabilitação da Escola Secundária de Cascais (300.000) e requalificação do exterior da EB1/JI Fernando Teixeira Lopes (223.024). O OP contemplou ainda projectos de protecção animal, saúde, acessibilidades, cultura e acção social.
 
João Carlos Sebastião