Cascais investe 5,8 ME em dois lares para pessoas com deficiência

Cascais investe 5,8 ME em dois lares para pessoas com deficiência
A Câmara de Cascais vai construir dois lares para acolher 98 pessoas com deficiência e dar apoio domiciliário a outras 200 pessoas, num investimento de 5,8 milhões de euros, disse hoje à agência Lusa o presidente da autarquia.
 
O autarca adiantou que estes equipamentos deverão ficar concluídos no prazo de dois anos, ficando a sua gestão a cargo da Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Cascais (CERCICA) e do Centro de Reabilitação de Pessoas com Deficiência (CRID).
 
"Um deles vai servir de lar para 98 cidadãos e outro vai dar respostas de apoio domiciliário e de centro de dia para servir 200 pessoas", explicou.
 
Num investimento total de 5,8 milhões de euros, os dois novos equipamentos estão já a ser projetados, adiantou Carlos Carreiras, no dia em que a autarquia cedeu, formalmente, dois fogos de habitação social à CERCICA, dirigidos a cidadãos com deficiência.
 
"Este problema relacionado com as necessidades das pessoas com deficiência já se arrasta há algum tempo e não tem havido respostas. Agora assumimos essa solução como prioridade", frisou.