Cascais-Estoril lança nova aplicação

Cascais-Estoril lança nova aplicação
A União de Freguesias de Cascais e Estoril acaba de lançar uma aplicação para dispositivos móveis, que permite aos cidadãos participarem ocorrências no espaço público, mas também terem acesso a diversas informações disponibilizadas pelo órgão autárquico e por outras entidades. Um instrumento de aproximação aos cidadãos.
 
Uma nova aplicação (app) para dispositivos móveis, que permite a participação de ocorrências na via pública, assim como ter acesso a um conjunto de informações úteis relativamente à vida na freguesia, é a nova ferramenta lançada pela União de Freguesias de Cascais e Estoril (UFCE). 
A apresentação da aplicação, que pode ser descarregada gratuitamente para os vários dispositivos móveis, decorreu, na quinta-feira, no Estoril, com a presença de eleitos da UFCE, de representantes de forças vivas da freguesia e da Associação Empresarial do Concelho de Cascais (AECC).
“É uma aplicação, acima de tudo, de georeferenciação de ocorrências nas áreas de competência da União de Freguesias”, enunciou o presidente da autarquia, Pedro Morais Soares, embora ressalvando que vai para além dessa situação, já que disponibilizará informações aos cidadãos. 
Relativamente à participação de ocorrências, “qualquer situação anómala  que identifiquem na via pública, que não esteja conforme ou menos bem, as pessoas podem tirar uma fotografia do problema, enviar através desta aplicação e é recebida automaticamente nos serviços da junta de freguesia que, depois, fará o reencaminhamento para a entidade responsável”.
A app “vai ter, também,  toda uma componente de divulgação de actividades culturais que existem na freguesia”, assim como as iniciativas das escolas do 1.º Ciclo e dos espaços seniores sob gestão do órgão autárquico, “a grande valência ao nível da acção social”, para além de outras informações úteis. “Contamos, até ao final do mês de Novembro, ter carregada toda a componente social, de educação e de eventos culturais”, salientou o autarca.
Segundo Pedro Morais Soares, esta nova aplicação só faz sentido “em estreita parceria” com as associações de moradores e demais parceiros do órgão autárquico, nomeadamente a AECC.
A nova app terá um espaço específico para o comércio local. “Para o efeito, serão espalhados equipamentos que darão o alerta, para os smartphones e iphones, de que existe uma aplicação da junta de freguesia e permitirão, ainda, a um comerciante dar um alerta de proximidade”, explicou ainda o eleito autárquico.
“A aplicação tem uma série de valências, nomeadamente de gestão de ocorrências, mas, essencialmente, é uma ferramenta de comunicação, porque temos uma área de notificações, que pode servir para alertas de um evento ou de protecção civil”, concretizou Nuno Valente, promotor da aplicação.
 
João Carlos Sebastião