Cascais está entre 100 destinos turísticos mais sustentáveis do mundo

Cascais está entre 100 destinos turísticos mais sustentáveis do mundo
Acaba de ser lançado o Top 100 dos Destinos Globais Sustentáveis (Sustainable Destinations Global Top 100), que destaca os destinos turísticos mais sustentáveis do Planeta e Cascais está entre eles. Criado para premiar os esforços de gestão destes destinos, o Top resulta do convite lançado nas redes sociais a que se seguiu uma seleção por 30 peritos de turismo sustentável a nível internacional.
 
“O objetivo do Global Top 100 é reconhecer destinos turísticos que levaram a sustentabilidade a sério e se esforçaram para fazer a diferença”, explica Albert Salman, diretor do GreenDestinations.info, site responsável pelo Top.
 
Com uma pontuação meritória de 8.0 em 10 pontos possíveis na cotação Global Sustainable Tourism Review (Crítica de Turismo Sustentável Global), ou simplesmente GSTR, Cascais merece destaque a nível dos destinos turísticos sustentáveis em Portugal, mas também no resto da Europa e no Mundo. A nível nacional, apenas o destino turístico Açores (8.9) consegue ser mais sustentável que Cascais. 
 
Procurando transmitir o ponto de vista do viajante, o GSTR é calculado a partir de 40 a 60 indicadores de excelência dos quais sobressaem a Qualidade da Natureza (paisagens e experiência de vida selvagem); Qualidade e Cuidados Ambientais (ar, água e águas balneares); Herança Cultural (identidade local e tradições); Questões Sociais (hospitalidade do povo e o respeito pelos direitos humanos); Economia Verde (desenvolvimento económico sustentável, energia verde, adaptação ao clima e questões relacionadas com o desperdício e gestão de consumo de água; e Políticas de Turismo Verde verificadas a nível externo respeitando os critérios.
 
“Nenhum destino é 100% sustentável”, explica Salman justificando, assim, as diferenças na pontuação atribuída a qual não inclui, para já, o controlo das emissões de carbono. Recomendando aos viajantes que procurem compensar este impacto ambiental de outra forma, Salman revela: “queremos acrescentar [o cálculo das emissões de carbono] no próximo ano”.
 
Iniciativa conjunta de quatro organizações líderes em Turismo Sustentável - TravelMole.com, Vision on Sustainable Tourism, Totem Tourism e Green Destinations - o Top 100 conta com a assessoria técnica de Randy Durband, CEO do Global Sustainable Tourism Council que salienta: “Estes 100 destinos destacam-se pelo progresso significativo e mensurável orientado para uma maior sustentabilidade”. Mas o responsável admite que “medir a sustentabilidade não é simples, nem se pode cortar a direito. Esta lista reconhece os destinos que estão no caminho certo tendo em conta as avaliações de peritos independentes com recurso a critérios objetivos.”