Cascais deseja boa sorte aos seus dez atletas olímpicos

Cascais deseja boa sorte aos seus dez atletas olímpicos

Os atletas do concelho de Cascais apurados para representar Portugal nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 foram recebidos no Salão Nobre dos Paços do Concelho para uma breve homenagem prestada pelo presidente de Cascais, Carlos Carreiras. Na cerimónia esteve ainda presente a grande família olímpica de Cascais com os atuais e antigos atletas apurados para as olimpíadas.

Carlos Carreiras salientou que os atletas do concelho são o exemplo a seguir pela “dedicação, capacidade de sacrifício, de querer ir mais além do que os outros e são também uma inspiração noutras áreas que devemos intervir”. “O clube Naval de Cascais aparece como o segundo maior clube com o maior número de atletas olímpicos. Ter um clube que sendo local e é o segundo maior em representação olímpica deixa-me extremamente orgulhoso em Cascais ter esse clube”, disse o edil.
Para acompanhar os atletas olímpicos de Cascais, Carlos Carreiras disse que “vamos ter aqui um espaço dedicado aos jogos olímpicos para vos acompanhar. Vamos ter todos os cascalenses a torcer por vós. Vai ser possível acompanhar as provas e dar todas as informações”.
Carlos Carreiras disse que “estou certo que todos virão com o melhor resultado possível. Esse para nós será o melhor resultado para Cascais. Sejam iguais aos campeões que já são”. No regresso dos atletas também está prevista uma grande festa, revelou o presidente de Cascais. 
Portugal vai estar representado em oito classes nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, nas classes de: Star, 49er, "match-racing" feminino, 470, RS:X masculinos e femininos, Laser Radial e Laser Standard. 
Gustavo Lima vai participar pela quarta vez nas provas olímpicas. O velejador de Cascais vai competir na classe Laser Standard e disse ao JR que “este é mais um grande momento na minha carreira desportiva”. Sobre a sua preparação disse: “tive que correr rapidamente para recuperar face aos meus adversários e por isso os últimos cinco meses foram muito duros, mas consegui ultrapassei-os. Se existe alguma distância entre os outros velejadores, só nos jogos olímpicos vamos ver se essa distância é real”. Quanto a expectativas: “Tendo em conta que tivemos apoios financeiros importantíssimos, da Câmara de Cascais e da Nespresso, que foram pilares fundamentais, a nossa expectativa é muito alta. Os velejadores estão preparados para dignificar Portugal, Cascais, os patrocinadores e todos os que nos apoiam”.
O velejador Francisco Andrade (na classe 49er com o velejador Bernardo Freitas) participa pela segunda vez nos jogos olímpicos. “É uma sensação fantástica. É um concretizar de um sonho mais uma vez. Foram quatro anos de trabalho muito difícil e é um sentimento de dever cumprido. Queremos ir com toda a força para Londres. Vamos dar o nosso melhor e dignificar o país. Estamos numa fase ascendente e vamos ver onde vai. Não há limites”, disse em declarações ao JR.