Cascais altera estacionamento no centro histórico da vila

Cascais altera estacionamento no centro histórico da vila

A Câmara de Cascais vai regularizar o estacionamento no centro histórico da vila com a introdução de acesso controlado de modo a promover a segurança dos moradores e dinamizar o comércio local.

Em comunicado, a autarquia adianta que o estacionamento em algumas zonas históricas passa a ser exclusiva a moradores, haverá uma redução no preço do estacionamento pago nos parquímetros e vão ser criados passes de estacionamento permanente a preços simbólicos para quem, por exemplo, vai para Lisboa de comboio e quer deixar o carro na vila.

Além disso, serão também colocados painéis informativos nas vias de acesso à vila com indicação dos lugares de estacionamento e se estão livres, bem como a possibilidade de se pagar o parquímetro através do telemóvel.

"Pretende-se com esta intervenção atingir um triplo objetivo: ordenar o estacionamento preservando o centro histórico, regular os acessos promovendo a segurança dos moradores e reduzir as tarifas dinamizando o comércio local", refere a autarquia em comunicado.

A Câmara de Cascais vai colocar sistemas de controlo, ativados por 'chips' eletrónicos, que serão entregues gratuitamente aos residentes que já possuam cartão de estacionamento.

O acesso está também garantido a forças de segurança, socorro e transporte público.

"Esta etapa surge também no seguimento do Plano Municipal de Emergência para o centro urbano histórico, contribuindo assim para o reforço da segurança, ao originar um estacionamento ordenado e exclusivo aos moradores ali existentes", lê-se.

De acordo com a autarquia, há ainda a intenção de lançar uma parceria com comerciantes e outros agentes económicos para o estacionamento gratuito a quem faça compras no comércio local.

"Estas iniciativas fazem parte do regulamento de estacionamento que está em discussão pública e que pretende uma maior rotatividade no estacionamento no centro da vila, beneficiando moradores e comerciantes, reforçando atividade económica de proximidade", sustenta o executivo liderado por Carlos Carreiras.

Atualmente, há já 2.364 lugares em parques de estacionamento municipais, concessionados e privados. Estacionamento pago através de parquímetro há 888 lugares, número que a câmara quer alargar para poder reduzir os preços do tarifário atualmente existente, criando também zonas de valores diferenciados.