Carris acaba com duas carreiras

Carris acaba com duas carreiras

A Carris vai acabar, a partir de sábado, com duas carreiras e ajustar outras, na sequência do prolongamento da linha vermelha do metropolitano ao aeroporto, informou hoje a empresa.

As alterações incidem em carreiras que servem a área oriental de Lisboa e a área limítrofe do concelho de Loures, onde a mobilidade será “substancialmente alterada” com a chegada do metro, indica a Carris.

“Estas medidas incidem essencialmente em carreiras com maior sobreposição com a rede do metropolitano de Lisboa, procurando uma melhoria da complementaridade e articulação entre as duas redes”, acrescenta a empresa.

Assim, as carreiras 21 (Saldanha-Moscavide Centro) e 745 (Terreiro do Paço-Prior Velho) deixam de funcionar.

A carreira 22 (Marquês de Pombal-Portela) passa a ter uma nova designação (722) e vai passar a fazer o percurso Praça de Londres-Portela, enquanto a 44 (Cais do Sodré-Moscavide) passa ser 744 e a fazer o percurso Marquês de Pombal-Moscavide.

Por seu lado, a 79 (Olivais Sul-Olivais Sul/circulação Encarnação) passa a designar-se 779 e vai ter o percurso alterado na Encarnação para fazer a ligação à estação do metro.

A carreira 83 (Amoreiras-Portela) passa a 783 e vai começar a ir também ao Prior Velho. Começa ainda a funcionar aos fins de semana entre o Marquês de Pombal e o Prior Velho.

A 708 (Martim Moniz-Parque das Nações) vai prolongar-se até ao Parque das Nações Norte e a 716 (Arco Cego-Benfica) vai ter o horário reduzido, circulando apenas nas horas de ponta do período nocturno dos dias úteis.

As carreiras 25, 28, 30, 34 e 36 vão sofrer apenas uma alteração numérica, ficando 725, 728, 730, 734 e 736.