Caparica - Primavera Surf Fest termina com verdadeira celebração da Primavera

Caparica - Primavera Surf Fest termina com verdadeira celebração da Primavera
Depois de terminadas as competições oficiais, o Caparica – Primavera Surf Fest 2015 teve o seu último dia dedicado ao muito público presente, que não quis perder o primeiro festival do ano, na Praia do Paraíso.
 
O dia começou com uma grande concentração de Stand Up Paddle, que juntou alguns dos parceiros do festival em ameno convívio aquático, seguiu com uma Expression Session que juntou alguns dos melhores surfistas da etapa do circuito mundial júnior, vencida pelo francês Diego Mignot, continuou pela tarde com experiências de bodysurf, windsurf e jetski gratuitas, terminando esta tarde, com a primeira edição deste ano do Element Ramp Tour.
 
Mantendo o formato habitual desta competição de rampa para convidados, o Element Skate Ramp Tour contou com 16 dos melhores skaters nacionais que disputaram entre si um prize money de 600€, distribuído pelas competições de Best Run & Best Trick. Na Best Run, os skaters competiram em baterias de um contra um, com a duração de 5 minutos. O Best Trick procurou a manobra mais abusada, teve a duração de 20 minutos e decorreu com baterias de eliminação, culminando numa final de 6 skaters.
A final de Best Run contou com dois dos skaters nacionais mais em forma neste momento, tendo Pedro Roseiro levado a melhor sobre Tiago Lopes, que se “vingou” mais tarde, conquistando o primeiro lugar em Best Trick, mostrando o porquê de se ter sagrado recentemente campeão nacional de skate. Nas meias finais de Best Run, em terceiro lugar,  ficaram outros dois skaters em destaque nesta competição, Afonso Nery e o local de Almada Bruno Senra, campeão nacional em 2013.
 
“O balanço é super positivo! Tivemos 10 dias de música, surf, sol, calor, praia, biquínis... só coisas boas! Este é um evento promovido pela autarquia de Almada, por isso tínhamos aqui uma responsabilidade de mostrar o que de bom se faz na região, em particular na Costa de Caparica. Esse objectivo foi claramente superado e, do ponto de vista desportivo, era difícil pedir mais. Os três primeiros dias contaram com ondas incríveis, tivemos atletas locais a vencer no bodyboard e surf esperanças e culminámos com a vitória de dois portugueses no mundial de juniores... por isso, mesmo que fizéssemos muitos planos e conjecturas, era difícil conseguirmos algo tão positivo. O ‘postal’ que aqui demos aos europeus que cá vieram foi tão bom que seria mesmo muito complicado ter algo melhor. Para o ano cá estaremos,” afirma Miguel Inácio, coordenador desportivo do festival.
 
O Caparica – Primavera Surf Fest 2015 termina esta noite, com a habitual Sunset Party pelos DJ’s Miguel Nery e Tiago Marques, seguida da actuação de Da Chick e a terminar com Magazino e Nuno di Rosso, até às 2h. Depois das brilhantes actuações de Noiserv, You Can’t Win, Charlie Brown, Funkyou2, Batida, Overule e DJ Glue nas duas noites passadas, a noite de encerramento promete festa animada para todos.
“Foi um grande esforço por parte de todos, mas que compensou largamente! Esforço do staff, empresas, marcas, clubes, dos surfistas todos… porque isto é um festival de surf, como sempre disse. Surf, windsurf, kitesurf, bodyboard, stand up paddle, bodysurf… actualmente surgem modalidades novas todos os dias e isso foi muito gratificante ver no Caparica – Primavera Surf Fest: imensas modalidades na água, que se cruzam e completam. Ainda por cima venceram dois portugueses na etapa da World Junior Surf League, o que foi melhor ainda! As noites foram sempre animadas, com muita gente a juntar-se aqui para ver boa música, dançar e apreciar uma boa festa. A aposta foi mais que ganha e quem o diz é o presidente da Câmara Municipal de Almada, que no fundo é o grande promotor deste evento e que apoiou a ideia lançada pelos clubes e por nós. A Câmara querer repetir, acho que mostra bem ter valido a pena! Os feedbacks que temos recebido de toda a gente envolvida, que aqui esteve durante 10 dias a expor as suas marcas ou actividades nos stands, mostrou bem o que é a Costa de Caparica. Foi um esforço colectivo, que valeu a pena, construído por todos os que neste evento participaram,” conclui António Miguel Guimarães, coordenador geral do Caparica – Primavera Surf Fest.