Candidato do PS Almada promete prioridade aos cidadãos

Candidato do PS Almada promete prioridade aos cidadãos

O candidato do PS à presidência da Câmara de Almada defende que “é preciso mudar o paradigma da gestão autárquica” e “iniciar um novo ciclo de progresso e desenvolvimento social, em que as pessoas têm de ser o centro de todas as prioridades”.

Joaquim Barbosa deixava assim uma crítica à gestão da CDU no concelho ao afirmar que “acabou o tempo dos grandes projectos e dos grandes financiamentos”. Em oposição a este modelo, defende que “este é o tempo de fazer pequenas grandes coisas para ajudar as pessoas a ultrapassarem esta crise nacional que nos afunda”. Reforçava que com o PS à frente dos destinos do município “o apoio às famílias, a educação e a qualidade de vida são a nossa prioridade”.

Joaquim Barbosa falava durante a apresentação pública da sua candidatura à Câmara de Almada, ontem, 10 de Março, onde revelou as linhas mestras da Plataforma “Almada tem Força”, perante uma plateia de militantes e independentes, que encheu o Teatro Municipal Joaquim Benite.

Uma Plataforma para “o novo ciclo de desenvolvimento económico e social” que irá envolver os vários parceiros da comunidade, desde movimento associativo, sector empresarial, estruturas de ensino e instituições de solidariedade social. Este trabalho tem de ser “articulado” pela autarquia, defende. “A Câmara Municipal tem de ser o motor desta relação”.

Para além do reforço da rede social, tanto para a infância como idosos, Joaquim Barbosa compromete-se a dar um novo incremento à estrutura económica do concelho ao nível do sector comercial e das actividades económicas tradicionais, caso das “pescas e turismo”.

Aliás, para o candidato socialista, a Costa da Caparica tem condições para ser “promotora do progresso de toda a região”, mas para isso têm de ser criadas estruturas atractivas para que seja “procurada durante todo o ano”. Um património natural que diz ser destruído se o Governo avançar com a construção do terminal de contentores na Trafaria. “Com os contentores, o Governo coloca a Trafaria no mapa, mas pelas piores razões”.

Para além da defesa da orla marítima do concelho, Joaquim Barbosa defende ainda um modelo de requalificação das zonas urbanas que “ouve as pessoas”. Disso afirma ser exemplo o trabalho feito pelos dois autarcas do PS presidentes das juntas de freguesia da Trafaria e Charneca da Caparica. E acrescenta: “O PS está pronto para governar a Câmara de Almada e as juntas de freguesia”.

Entretanto, amanhã, 12 de Março, na Junta de Freguesia da Trafaria, pelas 21 horas, decorre um debate contra a construção do Terminal de Contentores, que irá contar com a presença de autarcas e deputados do PS. Na quinta-feira, dia 14 de Março, às 21h15, no Fórum Romeu Correia, em Almada, o PS organiza o primeiro colóquio do Fórum “Almada tem Ideias”.

Com o PS já no terreno a promover a estratégia para a Câmara de Almada, do lado do PSD a apresentação pública do candidato António Neves irá decorrer na primeira quinzena de Abril. Também a CDU só irá revelar o seu candidato, publicamente, a 5 de Abril. Da parte do CDS e do Bloco de Esquerda ainda não existem datas nem nomes dos candidatos.