Campeonato de Portugal Prio: Jovens mas com frieza na área adversária

Campeonato de Portugal Prio: Jovens mas com frieza na área adversária
O Campeonato de Portugal Prio constitui para um número significativo de jogadores a sua primeira experiência competitiva no escalão sénior. Apesar do histórico indicar que o equilíbrio entre experiência e juventude é meio caminho andado para o sucesso, alguns jogadores jovens têm vindo a destacar-se ao longo desta época na prova, dando um especial contributo às suas equipas na fase decisiva do Campeonato. Fall, avançado do FC Vizela, e João Coito, médio do Casa Pia, são dois exemplos desta realidade, contribuindo na última jornada para resultados positivos dos seus clubes.
 
Entrar em todos os jogos com ambição de ganhar
O Casa Pia tem sido uma das equipas-sensação da Fase de Subida do Campeonato. Com três vitórias em igual número de jogos no Estádio Pina Manique, a equipa ocupa o 2.º lugar da tabela da Zona Sul. Questionado sobre o “segredo” deste desempenho, João Coito justifica o domínio com o facto de a equipa entrar em todos os jogos com ambição de ganhar. “Felizmente temo-lo conseguido em casa. Na minha perspetiva, as dimensões do nosso campo são um pormenor importante neste registo que temos obtido, dado que beneficia o estilo de jogo que praticamos”, complementa o jogador português.
 
Aos 25 anos, João Coito é um dos capitães do Casa Pia e é um dos jogadores que tem estado em evidência pela qualidade das suas exibições. Na última jornada, para além de ter envergado a braçadeira de capitão, foi autor do golo que abriu o marcador, que terminaria com uma vitória por 3-0 frente ao 1.º de Dezembro. Apesar de a equipa ocupar neste momento o lugar de acesso ao play-off de apuramento da 3.ª equipa que subirá à II Liga, João Coito afasta o cenário da promoção. “Neste momento não pensamos na próxima época, ainda faltam muitos jogos. O nosso objetivo é, pensando jogo-a-jogo, entrar com o intuito de vencer todas as partidas, mostrando a nossa qualidade de jogo. No fim do campeonato logo se verá onde essa atitude nos levou”, sintetiza João Coito.
 
O médio qualifica o Campeonato de Portugal Prio como “um campeonato muito competitivo, recheado de boas equipas, com bons treinadores e com muitos jogadores de qualidade e com capacidade de jogar nos escalões profissionais”. João Coito dá como exemplo a qualidade demonstrada na Taça de Portugal, onde “a maior parte dos jogos entre clubes da I e II Liga e do CPP são extremamente equilibrados”. O centro campista concorda que o Campeonato de Portugal Prio é importante para os jogadores nacionais e “tem tudo para poder ser essa ‘rampa de lançamento’ para muitos jogadores jovens deste campeonato, que tem muita ambição e qualidade”.
 
Este domingo o Casa Pia desloca-se ao reduto do Cova da Piedade, o líder da Zona Sul, num encontro que será importante para as contas de ambas as equipas e que promete ser um jogo bastante disputado de parte a parte. João Coito afirma que “a deslocação à Cova da Piedade vai ser preparada como qualquer outro jogo”, esperando “um jogo extremamente difícil contra uma equipa forte e que tem sido regular nesta fase” da prova.
 
Ajudar a equipa a cada domingo
O FC Vizela tem sido uma das equipas em destaque nesta edição do Campeonato de Portugal Prio. Depois de ter alcançado o apuramento para a Fase de Subida numa série bastante disputada, a equipa vizelense está apostada em conseguir disputar a subida à II Liga. Para já, a equipa está na 2.ª posição da Zona Norte, com 10 pontos, a apenas um ponto de distância do líder, a AD Fafe.
Para a classificação atual contribuiu a vitória conquistada na jornada 5, na deslocação a Gondomar, que se saldou por uma vitória por 1-3, com dois golos a serem assinados por Fall. O avançado senegalês, de apenas 21 anos, reconhece a importância dos golos que marcou mas prefere dizer que “o mais importante era ganhar” a partida e assume como objetivo pessoal em cada partida “ajudar a equipa a conseguir os objetivos”. 
 
Subir à II Liga é uma meta assumida pela equipa. “O objetivo está definido e estamos focados no mesmo. Vou trabalhar muito em conjunto com os meus colegas para colocar o Vizela na II Liga”, afirma Fall. Com três golos em cinco jogos, as expetativas em relação à sua capacidade de concretização estão em alta. Contudo, Fall prefere salientar os objetivos do grupo em detrimento de metas pessoais: “o importante é conseguir alcançar o objetivos que definimos para cada jogo”, remata o jovem avançado.
 
Esta época o avançado senegalês chegou a disputar sete partidas na II Liga ao serviço do Chaves. Desafiado a comparar esta competição com o Campeonato de Portugal Prio, Fall considera “os campeonatos muito parecidos, com jogos muito disputados e equipas muito equilibrados”.
 
Sobre o Campeonato de Portugal Prio
O Campeonato de Portugal Prio tem 1515 jogadores inscritos, dos quais 87 por cento são portugueses, 112 representam as seleções nacionais e a média de idades está entre os 24 e os 25 anos. A prova vem substituir o Campeonato Nacional de Seniores e pretende contribuir para a concretização de uma das grandes bandeiras da Federação Portuguesa de Futebol: dar mais visibilidade e desenvolver o futebol não-profissional em Portugal.