Campeões europeus e mundiais coroados em Cascais, capital do surf até final do mês

Campeões europeus e mundiais coroados em Cascais, capital do surf até final do mês

Durante o mês de outubro, todos os caminhos do surf vão dar Carcavelos, ao Guincho e a Peniche, cujas praias vão ser palco das provas a contar para o Moche Series Cascais Trophy – Portugal 2013. Já a partir de dia 2 o concelho é palco da última etapa do circuito mundial feminino - o EDP Cascais Girls Pro presented by Billabong, onde será coroada a campeã mundial de surf feminino. Todas as provas têm entrada gratuita para o público.
Considerado o maior evento combinado de Surf na Europa, o Moche Series Cascais Trophy – Portugal 2013 engloba a etapa portuguesa do Campeonato do Mundo WCT, prevista para Peniche ou Carcavelos, e dois WQS Prime, a realizar em Carcavelos ou Guincho e outro em São Miguel no Açores, já realizado. Com um Prize Money global de 1,1 milhões de dólares e 33.000 pontos em disputa, as provas internacionais trazem a Portugal os melhores surfistas do mundo, que aqui se vão bater pelas melhores manobras, o que se traduz num espetáculo muito concorrido responsável por atrair milhares de pessoas às praias.

Provas no âmbito do MOCHE SERIES Cascais Trophy - Portugal 2013:
MOCHE PRO PORTUGAL presented by Rip Curl - 9.ª etapa do Campeonato Mundial masculino (WCT) - 8 de outubro (triagens) e 9-20 de Outubro (competição principal), Supertubos (Peniche) ou Carcavelos (Cascais), o campeão poderá ficar definido em Portugal uma vez que é a penúltima etapa;

CASCAIS BILLABONG PRO - 6.ª etapa PRIME do World Qualifying Series (WQS Masculino) - Cascais, 21-27 de outubro, apuramento do campeão europeu de surf profissional;
SATA Airlines Azores Pro presented by Sumol - 5.ª etapa PRIME do World Qualifying Series (WQS Masculino), S.Miguel, Açores, já realizada.
O prémio Cascais Trophy (de 50.000 dólares) será atribuído ao melhor classificado no ranking combinado das duas provas masculinas: Campeonato do Mundo WCT e duas etapas WQS Prime (Açores e Carcavelos). Apenas com a prova dos Açores já realizada, o ranking atual tem na liderança Tomas Hermes, surfista brasileiro, com 6500 pontos, seguido pelo australiano Adam Melling, com 5200 pontos e pelo norte-americano Kolohe Andino com 4225 pontos. O melhor português é o surfista de Cascais Frederico Morais com 700 pontos, que acaba de sagrar-se campeão nacional de surf e que ocupa o 25.º lugar no ranking.


Todos os eventos de surf são de entrada gratuita para o público e são esperadas milhares de pessoas para assistir às provas dos melhores surfistas do mundo, como Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, ou o português Tiago Pires, há 6 anos na elite do Surf Mundial. Na competição CASCAIS BILLABONG PRO - 6.ª etapa PRIME do World Qualifying Series (WQS Masculino), Cascais vai coroar o campeão europeu de surf profissional.

De 26 a 28 setembro, a praia do Guincho acolheu a etapa final do campeonato nacional (5.ª etapa da Liga Moche Prosurf (ANS Masculino / Feminino) – Cascais, prova em que foi coroado Frederico Morais e Camilla Kemp como campeões nacionais de surf.
De 3 a 7 outubro, as competições a nível mundial acontecem em Carcavelos com surf no feminino com o EDP Cascais Girls Pro presented by Billabong, etapa final do circuito mundial feminino em que será coroada a campeã mundial de surf.
Dia 9 segue o WTC, em Peniche ou Cascais, e de 21 a 27 os surfistas da elite mundial competem no WQS.
Na reta final, o momento será de descontração com a realização, a partir do fim do dia 26 de outubro, do “Tony Hawk Show”, um espetáculo de demonstração de Skate garantido por um grupo de skaters internacionais em Half-Pipe montado no estacionamento lado terra em frente à Praia de Carcavelos. A noite será de festa com a realização de um festival de música, com a participação de DJ’s internacionais e nacionais.

Informação detalhada
Peniche será a base primordial para a realização WCT, sendo que em alternativa, os locais possíveis para realização da prova são as praias de Carcavelos e Guincho de acordo com as melhores condições de mar. Os locais possíveis para realização das restantes provas são as praias de Carcavelos e do Guincho. Em Carcavelos, devido ao evento, o estacionamento está fortemente condicionado. No Guincho são esperados cortes pontuais na Estrada do Guincho e condicionamento de estacionamento de acordo com as necessidades impostas pela realização das provas.

PROVAS A CONTAR PARA O CASCAIS TROPHY
MOCHE PRO PORTUGAL presented by Rip Curl – 9.ª etapa do Campeonato Mundial masculino (WCT) - 8 de outubro (triagens) e 9-20 de outubro (período de espera da competição principal), Supertubos (Peniche) ou Carcavelos (Cascais) | A etapa portuguesa será a nona de dez que compõem o Circuito Mundial de Surf masculino (World Championship Tour), que conta com os 34 melhores surfistas mundiais, apurados anualmente. Além de Portugal, na Europa apenas se realiza uma outra etapa em Hossegor (França). Considerada a prova rainha do surf mundial, conta com a participação de atletas como Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, ou o português Tiago Pires, entre outros surfistas de elite da modalidade. Prova da ASP – Association of Surfing Professionals.
CASCAIS BILLABONG PRO - 6.ª etapa PRIME do World Qualifying Series (WQS Masculino) – Cascais, 21-27 de outubro. Apuramento do campeão europeu de surf profissional | O World Qualifying Series é o circuito de qualificação para o WCT. Está dividido em várias categorias: 1 a 6 estrelas e "PRIME" (graduação máxima). As etapas “PRIME”, como a que vai decorrer em Cascais, contam com a participação dos melhores atletas do mundo incluindo até 70% dos surfistas de nível WCT. Prova da ASP – Association of Surfing Professionals.
 

PROVAS QUE NÃO PONTUAM PARA O CASCAIS TROPHY
EDP Cascais Girls Pro presented by Billabong - 8.ª etapa do Circuito Mundial de Surf feminino – Women World Championship Tour (WWT) – Cascais | 3-7 de outubro. Apuramento da campeã do mundo. Etapa final das oito que compõem o Women World Championship Tour (Circuito Mundial de Surf feminino) e a segunda a decorrer na Europa, além de Biarritz/Hossegor (França). Vai contar com as 17 melhores surfistas mundiais, apuradas anualmente e aqui será muito provavelmente coroada a nova Campeã Mundial de 2013. Prova da ASP – Association of Surfing Professionals.