Câmara de Sintra realoja quatro moradores de prédio afetado por fogo em Massamá

Câmara de Sintra realoja quatro moradores de prédio afetado por fogo em Massamá
Quatro pessoas vão ser realojadas temporariamente pela Câmara de Sintra, em consequência do incêndio que deflagrou ontem à tarde num prédio em Massamá, que provocou quatro feridos, um deles com gravidade, informou fonte oficial da autarquia.
 
Segundo a fonte camarária, quatro pessoas vão ser realojadas pelos serviços municipais, devido à falta de condições de habitabilidade dos seus apartamentos, enquanto outros moradores ficaram em casa de familiares.
 
O comandante dos Bombeiros Voluntários de Queluz, Hugo Neves, explicou que o sinistro ocorreu no primeiro piso de um prédio de habitação na Rua Isabel Mira, provocando três feridos ligeiros e um grave.
 
Os três feridos por intoxicação foram encaminhados para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e uma mulher que sofreu um traumatismo, com gravidade, após ter saltado de uma janela, foi transportada para o Hospital de São José, também em Lisboa.
 
O incêndio ocorreu pelas 17:00, num prédio de três andares, mas cerca de uma hora depois encontrava-se dominado, explicou uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa.
 
As chamas foram combatidas 29 operacionais e 10 viaturas, das corporações de Queluz, Belas, Cacém e Barcarena, com o apoio de elementos da PSP, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e da Proteção Civil municipal de Sintra.