Câmara de Sintra esclarece que 'pediu contenção de custos' para realizar World Press Cartoon

Câmara de Sintra esclarece que 'pediu contenção de custos' para realizar World Press Cartoon

A Câmara de Sintra negou  que tenha rejeitado apoios para a realização do World Press Cartoon, que regressa este ano, mas vai-se realizar-se em Cascais, esclarecendo que "pediu contenção de custos" à organização do evento.

O World Press Cartoon (WPC) decorria habitualmente em Sintra, mas, de acordo com o responsável pela organização do evento, o cartoonista António Antunes, a câmara recuou na decisão de apoiar o principal salão do país sobre desenho de humor na imprensa.

O cartoonista António Antunes disse hoje à agência Lusa, na apresentação oficial do evento, em Cascais, que passaram "um mau bocado" para conseguir realizar o evento, devido ao recuo da Câmara de Sintra, liderada por Basílio Horta, eleito pelo PS.

"É normal que, mudando a cor política de quem lidera a câmara, os eventos associados ao anterior partido deixassem de acontecer. Isso não me choca nada. O que me chocou foi primeiro terem dito que sim e, depois, com o autocarro em andamento, dizerem que não", acrescentou.

A Câmara de Sintra esclareceu que "pediu contenção de custos" à organização e rejeitou que tivessem sido negados apoios.

"A autarquia sempre reconheceu que o evento prestigiava o município, mas deixou de ser possível manter o valor de apoio financeiro direto a uma empresa privada em montantes superiores a 180 mil euros, sobretudo numa altura em Sintra está a canalizar cada vez mais verbas para o combate ao desemprego e ação social", refere a autarquia liderada por Basílio Horta (PS), em comunicado.

A câmara indica ainda que, em 2013, a organização do evento "contou com uma verba direta na ordem dos 184 mil euros, bem com o apoio indireto na ordem dos 60 mil euros, nomeadamente com cedência do espaço da gala e das exposições (Centro Cultural Olga Cadaval e antigo Museu de Arte Moderna) e outros apoios".

O município de Sintra esclarece que "sempre mostrou disponibilidade" para realizar o evento, apelando à empresa para a necessidade de redução de custos, possibilidade que, segundo referem, não foi aceite pela organização.

"Perante a intransigência da empresa, não restou outra alternativa senão manter a coerência do respeito e do rigor com que esta Câmara Municipal de Sintra aplica o dinheiro dos contribuintes", conclui.

A exposição do World Press Cartoon irá realizar-se em julho, em Cascais, e irá atribuir um total de 25 mil euros em prémios. O primeiro prémio será de 10 mil euros.