Câmara de Sintra associa-se ao Compromisso de Pagamento Pontual

Câmara de Sintra associa-se ao Compromisso de Pagamento Pontual
A Câmara Municipal de Sintra assumiu o Compromisso de Pagamento Pontual a Fornecedores, na última quinta-feira, no âmbito de um programa de sensibilização para pagamento a fornecedores dentro do prazo, promovido pela Associação Cristã de Empresários e Gestores (ACEGE).
 
Para Basílio Horta “este momento é a vinculação a um princípio que já seguimos na nossa Câmara, cujos pagamentos são efetuados a dois dias”. O presidente da Câmara referiu ainda que “quando uma entidade não paga a horas é toda a economia que se atrasa e gera-se um problema grave que estrangula o desenvolvimento das empresas”.
 
O secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches, salientou “o facto de ser a primeira vez que um membro do governo está presente no ato de assinatura deste compromisso e o mesmo decorrer no concelho de Sintra”, mencionado ainda que “o pagamento pontual é determinante para a economia”.
 
Cerca de 40 empresas, de diversas áreas, sediadas no concelho de Sintra, associaram-se também a esta iniciativa, através da adesão ao Compromisso Pontual a Fornecedores que conta, atualmente, com cerca de 700 aderentes
 
A adesão ao Compromisso Pagamento Pontual não implica qualquer encargo para a autarquia de Sintra, sendo renovada todos os anos. Ao integrar este projeto Sintra junta-se a outras entidades, posicionando-se como um exemplo a seguir ao contribuir para a diminuição do número de falências em Portugal (segundo a União Europeia o pagamento com atraso representa 25% do total das falências na Europa) e, também, no combate ao desemprego (o agravamento de 12 dias no prazo médio de pagamento aos fornecedores, entre 2006 e 2011, originou, segundo um estudo realizado pela ACEGE, com a Augusto Mateus & Associados, uma diminuição anual de cerca de 14.000 postos de trabalho e uma quebra do PIB de 0,4%).