Câmara de Setúbal vai gerir e requalificar praias da Arrábida

Câmara de Setúbal vai gerir e requalificar praias da Arrábida
A Câmara Municipal de Setúbal anunciou hoje que pretende investir "3,6 milhões de euros na requalificação das praias da Arrábida", na sequência de dois protocolos assinados com a administração portuária de Setúbal e Agência Portuguesa do Ambiente.
   
Os protocolos celebrados segunda-feira com a APSS (Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra), que regula a exploração das praias de Albarquel e da Esguelha, e com a APA (Agência Portuguesa do Ambiente), entidade responsável pelas praias do Portinho, Creiro, Galapinhos, Galapos e Figueirinha, preveem a transferência de competências de gestão daquelas praias para a autarquia sadina, refere uma nota de imprensa do município setubalense.
 
Segundo a presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, os protocolos com a APSS e com a APA vão permitir "investimentos municipais de mais de 3,6 milhões de euros" e "um olhar mais próximo, mais atento, sobre as praias da Arrábida".
 
Maria das Dores Meira adiantou que a autarquia pretende melhorar as zonas balneares, apoios de praia e equipamentos, bem como a limpeza das praias da Arrábida.
 
De acordo com a presidente da Câmara de Setúbal, a autarquia sadina vai também construir um passadiço marítimo de ligação da praia da Albarquel ao Parque Urbano de Albarquel, um novo cais de apoio à náutica de recreio, com capacidade para embarcações que venham a fazer carreiras regulares para a praia do Portinho da Arrábida, e proceder à alimentação artificial do areal da praia da Gávea, tendo em vista a melhoria das condições de fruição das praias da Arrábida.
 
"Vamos assistir a uma verdadeira revolução tranquila nas praias", prometeu a autarca setubalense na assinatura dos protocolos com a APSS e com a APA.