Câmara de Cascais garante apoio financeiro para impedir fecho de creche da Misericórdia

Câmara de Cascais garante apoio financeiro para impedir fecho de creche da Misericórdia
O presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, disse hoje que a autarquia realizou as obras necessárias e garantiu o apoio financeiro à creche do Arneiro, da Santa Casa da Misericórdia, que esteve em risco de fechar.
   
Em maio, um grupo de pais de crianças que frequentam aquela creche entregou à Câmara de Cascais um abaixo-assinado com mais de 4.000 assinaturas para impedir o encerramento daquele equipamento, depois de terem recebido um aviso da Santa Casa da Misericórdia a dizer que ía fechar as portas já em 2016.
 
Na ocasião, Carlos Carreiras confirmou que a autarquia já havia sido informada da decisão da Santa Casa da Misericórdia e prometeu continuar a procurar soluções para o futuro da creche.
 
"Não deixaremos de procurar uma solução para julho de 2016. São 11 creches da Santa Casa e nove delas estão na mesma situação que o Arneiro. Por isso, estamos à procura de uma solução para todas elas", sustentou Carlos Carreiras, na altura.
 
Hoje, o autarca disse que a creche do Arneiro vai abrir as suas portas, depois de terem sido realizadas as obras necessárias para dar condições ao equipamento, num investimento da Câmara de 132 mil euros.
 
"Assumimos o compromisso de fazer as obras de requalificação da creche para que se mantivesse a funcionar, bem como a garantia de que continuaremos a dar um apoio financeiro de cerca de 15 mil euros por ano", acrescentou.
 
Carlos Carreiras explicou que, desde setembro, enquanto ainda decorriam as obras, as 81 crianças que frequentam a creche estiveram distribuídas por espaços da rede privada.
 
"As obras serão ainda hoje inauguradas e as crianças já podem regressar à creche, estando o problema completamente resolvido", concluiu.
 
Ao todo, são 11 as creches da Santa Casa da Misericórdia no concelho e a Câmara de Cascais dá um contributo financeiro a todas elas de 124 mil euros por ano, no total.