Caetano Veloso e Gilberto Gil encerram o 12.º Festival cooljazz em Oeiras

Caetano Veloso e Gilberto Gil encerram o 12.º Festival cooljazz em Oeiras
Caetano Veloso e Gilberto Gil cantam juntos, hoje, no palco do Parque dos Poetas/Estádio Municipal, em Oeiras, nos arredores de Lisboa, encerrando o 12.º Festival cooljazz, que abriu no passado dia 19.
 
Os dois músicos estão a celebrar 50 anos de carreira, e o espetáculo em Portugal insere-se na digressão comemorativa “Caetano & Gil - Dois amigos, um século de música”.
 
No espetáculo, Caetano Veloso e Gilberto Gil vão apresentar “um reportório vasto com os seus melhores êxitos, num formato singular e intimista de voz e violão”, anunciou a organização desta 12.ª edição do edpcooljazz.
 
“Referências incontornáveis da Música Popular Brasileira (MPB)”, os dois músicos “têm, no famoso movimento cultural tropicalista dos conturbados anos 1960, um dos principais marcos das suas carreiras”
 
“Você é linda”, "Terra”, “Aquele abraço”, “Palco”, “Haiti”, “Desde que o samba é samba” e “Cinema Novo” são alguns dos sucessos assinados pelos dois músicos.
 
Tanto Gil como Veloso foram premiados internacionalmente, várias vezes, ao longo das suas carreiras. Caetano Veloso, entre outras distinções, foi considerado, pela revista de música Rolling Stone, o “quarto maior artista de música brasileira de todos os tempos, pelo conjunto da sua obra, e ainda o oitavo maior cantor brasileiro de sempre".
 
Gilberto Gil, por seu turno, entre outros galardões, recebeu os prémios Grammy, tanto da National Academy of Recording Arts and Sciences, como da Latin Recording Academy, ambas dos Estados Unidos, e foi considerado, em 1999, pela UNESCO, “artista da paz”.
 
Quanto ao criador de "Realce", o festival destaca ainda a “experiência política relevante como ministro da Cultura do Brasil entre 2003 e 2008”.
 
Pelo edpcooljazz passaram este ano, entre outros, Chick Corea & Herbie Hancock, Mark Knopfler, Melody Gardot, António Zambujo e Lionel Richie.