Câmara de Sintra aprovou orçamento municipal de 160 milhões

Câmara de Sintra aprovou orçamento municipal de 160 milhões

A Câmara de Sintra aprovou o orçamento camarário para 2013 de 160 milhões de euros, uma redução de 27 milhões face a este ano.

O orçamento municipal para 2012 foi aprovado por maioria, com os votos favoráveis da Coligação Mais Sintra (PSD e CDS-PP), abstenção da CDU, e votos contra do Partido Socialista.
A previsão das verbas apresenta uma diminuição de 27 milhões de euros face aos 187 milhões do ano corrente, que foram acrescidos mais tarde com a contratação de um empréstimo de 25 milhões de euros para a construção de escolas.
De acordo com o documento aprovado hoje na reunião, a que a agência Lusa teve acesso, o presidente da câmara de Sintra, Fernando Seara, salienta a "elevada execução orçamental de 2012" que, "pela primeira vez nas ultimas décadas irá ser superior a 90%, resultando da inerência de pagamentos em atraso a fornecedores" num prazo inferior a 30 dias.
O presidente da câmara admite, no documento, que o orçamento para 2013 está "muito próximo daquilo que se entende por orçamento de base-zero" que incorpora "quase exclusivamente" a consideração das necessidades financeiras suficientes para assegurar a actividade do exercício.
Segundo o documento, a receita própria estimada será de 104,2 milhões de euros e o valor de fundos relativos a transferências da Administração Central será de 33,6 milhões.
Nas despesas, o executivo prevê gastar 45 milhões em despesas com pessoal, 40 na aquisição de bens e serviços, 20 em transferências correntes e 19 em subsídios. 
A agência Lusa tentou contactar o presidente da câmara de Sintra, Fernando Seara, que se manteve incontactável até ao momento.