BTL espera mais de 75 mil visitantes e aposta na oferta turística nacional

BTL espera mais de 75 mil visitantes e aposta na oferta turística nacional
A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) 2017 espera mais de 75 mil visitantes, num ano em que o "enfoque" estará na oferta turística nacional, apresentando a Madeira como destino convidado e Viseu como cidade convidada.
   
Questionada na apresentação do evento, que decorrerá entre 15 a 19 de março, sobre a ausência de um destino internacional convidado, a diretora da BTL, Fátima Vila Maior, respondeu que o posicionamento da 29.ª edição da feira se concentrará na oferta turística nacional, pelo que se destacará a cidade portuguesa de Viseu.
 
Na lista de novidades da BTL está ainda a presença de novos destinos internacionais como Argentina, Taipé, Zimbabué, Colômbia, África do Sul, Peru, Galiza (Espanha) e Minas Gerais (Brasil), indicou Fátima Vila Maior, na apresentação do evento, em Lisboa.
 
Aos jornalistas, a responsável previu que "oferta de propostas deve aumentar 20 a 30%", contabilizando os pedidos dos operadores para disponibilização de mais meios tecnológicos mais espaço.
 
Fátima Vila Maior referiu haver empresas que criam produtos para vender especificamente na BTL. "Prevejo muito boas ofertas para o público", disse.
 
Vítor Neto, presidente do Conselho Estratégico da BTL, afirmou que as perspetivas para o evento com 1.200 expositores são superar os 75 mil visitantes do ano passado, "entre profissionais e público final".
 
Confirmadas estão as presenças de todas as entidades regionais de turismo e 30 municípios, além de 42 destinos internacionais.
 
A BTL ocupará uma área total de mais de 37 mil metros quadrados na FIL e terá aberto, pela primeira vez, um quarto pavilhão, com um espaço dedicado à gastronomia.
 
Como em anos anteriores, o pavilhão 1 recebe entidades nacionais de promoção, o pavilhão 2 serviços e empresas de hotelaria e no pavilhão 3 estarão operadores e distribuidores turísticos e agências de viagens.
 
Na FIL haverá ainda espaço para 'startups', programas dedicados a crianças, empresas fora da área - como seguradoras, bancos e consultoras -, e para o 'Hosted Buyers', que este ano traz 400 compradores internacionais, que deverão agendar, diariamente, pelo menos seis reuniões.
 
Também haverá prémios para blogs, exposição de projetos de 'design' de interiores e reforço da parceria com a Associação Empresarial de Ourém-Fátima em ano de centenário das aparições relatadas por três crianças.
 
O presidente do Turismo de Portugal, Luís Araújo, informou que o foco da entidade este ano será a natureza, estando prometidas atenções também sobre a segunda bolsa de empregabilidade, estratégia Turismo 2027 e para a campanha que teve por mote: "Ponha Portugal no seu mapa".
 
Mais próximo do início do evento será revelada a iniciativa de "levar a BTL para fora da BTL", num ano em que o Turismo de Portugal celebra 10 anos, enquanto a marca "Destino Portugal", com logótipo do artista José de Guimarães, assinala 25 anos.
 
Quer Vitor Neto, quer Luís Araújo sublinharam que o Turismo é atualmente o principal exportador na área de bens e serviços.